quarta-feira, 29 de outubro de 2014

[7572] - COSMÉTICOS DE CONTRABANDO...



Esta é uma das esquinas do edifício da ex-Conservatória dos Registos de S. Vicente (Cabo Verde) cuja recente pintura ainda mal secou e já começou a descascar...Está-se mesmo a ver que as paredes não foram tratadas antes da pintura final ... Esta, parece ser a tinta plástica que, evidentemente, não poderá aderir convenientemente a superfícies que, durante anos a fio, foram sujeitas ao depósito de impurezas, principalmente, provenientes dos escapes de veículos automóveis...Quase que apostaria que esta pintura não viu um pingo de primário...
Aí está o exemplo acabado do que pode acontecer às rugas quando se pretende esconde-las com cosméticos (e métodos...) de qualidade duvidosa!

3 comentários:

  1. A tinta tem cerca de um mês.Fazendo contas. Em quanto tempo vai a parede toda 'descalabrar -se'?

    ResponderEliminar
  2. A CMSV devia era responsabilizar o governo pelos edifícios em ruína na cidade e não colaborar nestas operações de utilidade duvidosa.

    ResponderEliminar
  3. Pois, não deve ter levado primário nenhum e a tinta vai descascar-se aos poucos como a cobra que liberta a pele. Mas com a diferença de que a pele que a cobre liberta é a velha, ao passo que este edifício parece estar a libertar uma pele nova em que não se reconhece.

    ResponderEliminar