domingo, 21 de dezembro de 2014

[7697] - FOCAS NO PORTO GRANDE...


Há uns tempos publicámos esta estampa, que suscita algumas interrogações, nomeadamente, no nome do ilheu à direita da imagem...
O amigo A.Mendes lembrou-se de pedir ajuda ao Instituto de Investigação Científica Tropical e obteve a seguinte resposta que, porventura, não será definitiva mas lança alguma luz sobre o assunto:
"A referência enviada (legendas em flamengo) não faz parte dos fundos do AHU, apesar de na legenda da obra de Luis Silveira, assim aparecer.  Após consulta a um documento semelhante (legendas em inglês), informamos que o ilhéu em causa aparece designado como “The Monck Stone” (Monk Stone =A Pedra do Monge???), semelhante à designação do documento com legendagem em flamengo, apenas com alterações para a grafia da palavra “Stone”. No entanto, ao tentar obter o significado para Monck em alemão (e não em flamengo), pois a grafia de “monge” em inglês escreve-se “monk” e não “monck”, descobri que se pode tratar de uma espécie de foca referenciada como foca mediterrânica (link sobre a espécie em baixo) que pode aparecer no Oceano Atlântico, nomeadamente no arquipélago de cabo Verde. Esta versão parece-me mais aceitável.

Espero que a nossa informação o ajude na prossecução das suas investigações. Sempre ao dispor.

http://en.wikipedia.org/wiki/Mediterranean_monk_seal

Com os melhores cumprimentos,

Branca Moriés
Branca.mories@iict.pt

cdi@iict.pt"


1 comentário:

  1. Nunca tinha ouvido falar nisto. Mas antigamente rotas de baleia passavam perto das ilhas de Cabo Verde.

    ResponderEliminar