segunda-feira, 23 de março de 2015

{7926] - VIRA O DISCO E TOCA O MESMO...


Em Janeiro de 2014, foi apresentado um projecto para a remodelação do espaço. O projecto foi submetido à consulta pública com comentários das pessoas entre as que apoiavam e as que não apoiavam o projecto.

Mas a história volta-se a repetir. Durante o processo em que foi apresentado o projecto para o Éden Park, o edifício foi vedado e começaram, aquilo que poderia ser considerado, obras no local. Os jovens que dormiam no local foram proibidos de entrar nos espaços, uma placa que indicava que se tratava de propriedade privada foi colocada no local e inclusive, havia um guarda.

Tudo voltou para trás. O edifício voltou aos seus velhos costumes. Os jovens continuam a fazer do edifício um refúgio para dormirem e fazerem refeições. É algo corriqueiro com os edifícios abandonados no centro da cidade onde os jovens os transformam em moradias. Houve uma proibição de entrada do edifício, mas agora, podem-se ver a qualquer hora do dia jovens a entrarem e a saírem do Éden Park.

A placa foi retirada, já não existe guarda no local. O que se pode continuar a presenciar é a contínua degradação do edifício. O NN já tinha mostrado a degradação do interior do edifico, um dos mais históricos e carismáticos da ilha.
Outro ponto a ressaltar com as obras não iniciadas no Éden Park prende-se com o facto da vedação que foi colocada à volta do edifício que fez com que o passeio ficasse mais pequeno do que era. A vedação foi colocada aquando do início das “obras”.

O Éden Park é um dos edifícios mais históricos da ilha com pessoas de várias gerações a partilharem experiências vividas. (Noticias do Norte - 23.03.2015)

2 comentários:

  1. Havia um pressentimento de que haveria algo de falso em tudo o que foi anunciado. Parece que S. Vicente está condenado a ver tudo a andar para trás.

    ResponderEliminar