terça-feira, 5 de maio de 2015

[8107] - O CAFÉ LISBOA, JÁ ERA!...

O mítico Café Lisboa, na cidade de Mindelo, fechou recentemente as portas para obras de requalificação e já não as abriu. Tudo por causa de uma disputa entre o actual senhorio e os proprietários do Café, que exploravam o espaço.



Os problemas começaram há alguns anos, com a morte dos antigos donos do edifício. Segundo Alberto Gomes Fonseca, o responsável do Café Lisboa, as relações com o novo senhorio, um dos herdeiros do imóvel, nunca foram boas e há muito que o mesmo vinha lançando mãos a vários expedientes com o objectivo de desalojar o café-restaurante.

“Ele chegou a cortar-nos o acesso ao esgoto e nem mesmo quando vieram os fiscais da Câmara os deixou refazer a ligação”, conta Fonseca, adiantando ainda que, com a autorização da Câmara Municipal, iniciaram as obras mas, a certa altura “ele cortou as vigas de sustentação e uma parte do edifício afundou, de modo que já não podíamos fazer uso dele”.

Nesse ponto, chamaram novamente os fiscais da Câmara para tomar conhecimento do ocorrido mas “o senhorio não os deixou entrar. Tentamos então entrar com uma previdência cautelar  nos tribunais mas ficamos a saber que ele se antecipara e já tinha metido uma”, revelou ao A Voz o responsável do Café Lisboa.

Entretanto, um grupo de cidadãos mindelenses resolveu juntar-se para levar a cabo uma campanha com o objectivo de fazer reabrir  o emblemático espaço, no coração da cidade de Mindelo.

Com o nome “Café Lisboa: É d’nos tud” a campanha será oficialmente apresentada hoje, dia 5, pelas 10 horas. O acto será em frente ao Café Lisboa, onde será lido um manifesto e o respectivo enquadramento jurídico da situação.
Simultaneamente,  a campanha terá início na Internet através das redes sociais.

O Café Lisboa surgiu há cerca de 24 anos na Rua de Lisboa e é um dos pontos mais emblemáticos do centro de Mindelo. Ponto de encontro de artistas e boémios, por lá passavam desde o Presidente da República, ministros e embaixadores, turistas e populares. O espaço possui também um considerável acervo de obras artísticas.

Este é o mais recente lugar icónico da Rua de Lisboa a fechar as portas, depois dos não menos emblemáticos Café Royal e Café Portugal.

in A VOZ
e.mail de Djack...

4 comentários:

  1. Acho que as últimas palavras do texto serão "Café Portugal" e não "Café Lisboa". Enfim, três casas que se fecharam, de um género e de uma tradição que qualquer urbe cosmopolita que se preze gostaria de ter. Ao invés disso, a nossa cidade deixa-as morrer. Ó Mindelo, para onde vais?

    Braça mindelense-suicidária,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. CADA VEZ MAIS AS PESSOAS OLHAM MAIS PARA O SEU PRÓPRIO UMBIGO DO QUE PARA O QUE SE PASSA À SUA VOLTA, COMO SE FOSSEM O CENTRO DO UNIVERSO...
    Braça melancólico
    Zito

    ResponderEliminar



  3. Royal, Portugal... Lisboa já era



    Tudo parte como na primavera

    todos partem ficamos à espera

    com nossos braços desvairados

    co' o corpo e o espírito agitados

    ResponderEliminar
  4. ESte café tentava recriar o ambiente dos cafés do antigamente. Mais um que se foi num panorama que se desertifica aos poucos.

    ResponderEliminar