quarta-feira, 22 de julho de 2015

[8318] - S O L I D Ã O ...


Os últimos cinco posts do Arrozcatum, registaram o recorde - negativo - de 86 visualizações e ZERO comentários..
Isto significará que a grande maioria dos nossos visitantes e os habituais comentadores está a banhos e, obviamente, deixou os PCs em casa o que, de resto, eu faria se estivesse na pele deles...Mas, como por motivos diversos e mais um, não terei "férias", no sentido lúdico do termo, resta-me tentar combater este conhecido sabor de orfandade epistolar continuando a editar textos próprios e alheios na expectativa de haja sempre alguém que os leia, mesmo que ninguém os comente antes que esfriem as águas algarvias. Só desejo - e afirmo-o com toda a sinceridade - que o silêncio em que me movo nada tenha a ver com situações de doença ou afins...
Quanto ao resto, que as férias sejam retemperadoras das forças físicas e anímicas para a sempre renovada luta por um Mundo melhor em que todos mereçam e obtenham um lugar ao Sol, mesmo que não seja o do Algarve - o da Costa da Caparica serve, perfeitamente, e o da minha varanda não é pior!

7 comentários:

  1. Constatei isso e faço das tuas minhas. Convenhamos que a conjuntura estival é difícil e dou a mão à palamatória embora tenho seguido de longe ArrozCatum. Convenhamos que os amigos não podem deixar quem trabalha para a satisfação de todos sentir-se sozinho. Força, Mais uma vez muito obrigado pelo empenho em nos produzir um tão agradável e liberal blogue

    ResponderEliminar
  2. .
    Para mim, aposentado (assumido) as férias são para não pensar no quotidiano do lugar onde vivemos hodiernamente. Mas isso não impede passagens ou visitas sempre que a ocasião se proporcione e um portàtil alheio estiver à mão, na medida em que quando se parte por tempo limitado não se leva certos aparelhos que passam a ser instrumentos de vicio. Pena os comentàrios serem invisiveis.
    Coragem, senhor cozinheiro, que o seu arroz é "cmivel" com ou sem.
    Mentenhas
    Até o meu regresso.

    ResponderEliminar
  3. BOAS FÉRIAS PARA AMBOS...E PARA OS RESTANTES, TANBÉM...
    Braça
    Zito

    ResponderEliminar
  4. Sou um dos que estão fora de casa, neste caso no Algarve, com um pulo dado a Sevilha. Tenho um portátil, mas não tenho tido o tempo habitual porque a família não dá muitas tréguas, sobretudo o neto irrequieto de 5 anos. Em todo o caso, vá-se lá saber se para um reformado como eu as melhores férias são estas ou na tranquila comodidade do lar. Ainda por cima, tem sido insuportável o calor por estas bandas sulistas. Sevilha então, é de fugir por esta altura. Tivemos de regressar a toque de caixa, porque não dava andar na rua a certas horas. Assim por assim, então o melhor é estar-se em casa. E casa até idealmente seria Tomar, onde está bem mais freso do que no Algarve. Só tive um tempinho mais no passado domingo quando interviemos numa troca de mails sobre o caso do aeroporto de S. Antão.

    ResponderEliminar
  5. Nada a fazer. Percebi finalmente que só temos como visitantes pessoas que aprenderam a ler mas não aprenderam a escrever. Daí que não valha a pena a gente chorar... sniffffffff!!! Que se lixe! Ao fim e ao cabo, eles não têm culpa.

    Viva o Arrozcatum, viva o Praia de Bote, venha um grogue e uma cavala fresca!
    Braça conformada,
    Djack

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperem, que não haja ofensa por parte de dois ou três maduros que andaram na Escola Camões, ali aprenderam a ler e a escrever e que nos prendam regularmente com a sua prosa. Sabemos quem são, pelo que não vale a pena citar os seus nomes... ou nominhas.

      Braça novamente conformada,
      Djack

      Eliminar