sábado, 26 de setembro de 2015

[8486] - CAPRICHOS DA NATUREZA...
















(Clube Matiota)


8 comentários:

  1. Sim, ok, caprichos da natureza, muito bem, mas que seria dos benfiquistas sem bananas encarnadas para atirarem aos árbitros nos jogos Benfica-Sporting? Que seria dos fura-greves e dos sujeitos de mau gosto, sem as bananas amarelas? Que seria dos crentes que na Páscoa não conseguem arranjar dinheiro para o borrego, sem as bananas roxas? Enfim, mais que caprichos da natureza, acho que se trata de uma adequação da natureza às momentâneas necessidades humanas. Tenho dito!

    Braça aos cachos (de Santo Antão)
    Djack

    ResponderEliminar
  2. DJACK, FALTOU REFERIR AS BANANAS "VERDES", NÃO SEI SE POR FUNDAMENTALISMO CLUBISTA OU MERA QUESTÃO DE DALTONISMO...ALIÁS, O CLUBE MATIOTA NÃO AS INCLUIU NA COLECÇÃO SE CALHAR POR EM CABO VERDE SÓ HAVER SPORTING...NA PRAIA!
    Braça esperançoso,
    Zito
    P.S. - Aliás, as "bananas" vermalhas e de outras cores (menos as amarelas quando maduras) na realidade não são própriamente bananas mas sim "plantains" que normalmente se comem cozinhadas....

    ResponderEliminar
  3. Calma, calma!!! Eu não tenho culpa que na pressa de afiar o dente para o cozido ou o ossobuco de fim-de-semana o atuneiro-mor se tenha esquecido de colocar aqui bananas verdes. Eu só comentei as bananas expostas. Nem sequer falei das azuis com pintinhas escarlate nem das brancas com riscas azul-cobalto. Foram só as que aqui vemos, vindas directamente d'plurim de virdura.

    Braça abananado,
    Djack

    ResponderEliminar
  4. Só para constar, hoje estou preparando umas favas com entrecosto, toucinho fumado e enchidos...acompanhadas da indipensável alface frisada...Nham...nham...nham!
    Braça com apetite.
    Zito

    ResponderEliminar
  5. Raios, ia tendo um desmaio de gula!!! Uma favada!!! Uma favada cheia de chouriçada, da negra e da vermelhusca!!! Mais a inevitável alfacinha migada (como se diz nesse país chamado Alentejo), fora a pinga, preferencialmente da cave do Tejo inferior, ali para a zona dos mármores. Depois de se comer e beber tais pitéus, todos os pecados cometidos no passado e os que se hão-de cometer no futuro ficam esquecidos para sempre.

    A esta hora está o atuneiro-mor em repouso e eu desejo-lhe um bom resto de tarde, a água das pedras
    Ainda há coisas boas no mundo!...

    Braça solidária,
    Djack

    ResponderEliminar
  6. A brincar, a brincar, já lá vão 45 visualizações e o assunto já não tem nada a ver com bananas nem nem com plantains...Agora trata-se de gula, pura e simples...Apenas o tinto destoou das conjecturas do Djack. Bebi uns goles de um Reserva do Dão - Foral D. Henrique - de que nunca ouvi falar, mas que estava em "saldo" no super, a € 1,99 (só não se etilisa quem não quer!)...A favada estava apetitosa e amaleguetada como convem e até a Maiuca gostou... Felizmente, o meu sistema digestivo ainda se comporta civilizadamente e nem sequer tenho água das pedras em casa: a ultima vez que bebi água gaseificada ainda foi em S.Vicente, em 1977, e era Perrier, claro! Com gás, agora, só branco à pressão!
    Braça de mula cheia,
    Zito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acaba de seguir uma queixa para o Ministério da Gula Portuguesa contra Zito Arroz Azevedo Atum, acusado de tentar matar os leitores por desidratação provocada por salivação derivada das leituras que aqui vêm fazer. Não se admite que um blogue fomente a gula desmesurada que este durante todo o dia de hoje tem espevitado em milhares (talvez milhões) de leitores. E foi com assinatura reconhecida no notário e reforçada com um "A bem do estômago da Nação".

      Braça favalmente indignada,
      Djack

      Eliminar
  7. Visualizações, 58...Não reconheço qualquer autoridade a um Ministério que trata de assuntos relacionados com um dos pecados mortais, até porque as intenções do acusado são as melhores e nem sequer se exagera dos consumos de tal forma que haverá, amanhã, um San Brás da favada, ao almoço...Alem disso, se todo este desenvolvimento comentarista é de molde a despertar o apetite dos visitantes, tanto melhor, pois deste lado só se consomem alimentos de qualidade preparados com mão de chef, fomentado-se, assim, o gosto por uma alimentação saudávelmente suculenta, em contraponto com a crise - que é mais de valores do que doutras coisas...
    Braça 'nocente...
    Zito

    ResponderEliminar