sábado, 24 de outubro de 2015

[8580] - BRINCADEIRINHA?!


DO FACE-BOOK...

Cabo Verde Terra de Morabeza
34 min · 
Cabo Verde quer vulcão do Fogo como Património da Humanidade
Cabo Verde vai propor à UNESCO a classificação do vulcão e da localidade de Chã das Caldeiras, na ilha do Fogo, como Património Mundial da Humanidade...

N.R. - Não estão em causa nem a ilha nem as suas gentes mas, por favor, não brinquemos com coisas sérias, em manobra política de finalidade mais do que óbvia...Já alguém pensou quantas centenas de vulcões existem por esse mundo fora, alguns em actividade quase permanente, a poderem reclamar idêntico estatuto? E porque não, já agora, os extintos como, por exemplo, o de Viana, em S.Vicente?!

6 comentários:

  1. Eu acho mal esta crítica do Arrozcatum. Penso até que há um pouco de inveja (para não dizer muita) nesta atitude arrozal. E porquê? Porque em todos os jornais, como o "New York Times", o "Daily Mirror", o "El País", a "Semana", até no "Praia de Bote", para só citar estes importantes órgãos de informação, se dizia que quem teve a ideia de lançar o bulcon para PM referia no projecto que o fogo do dito assa muito melhor a linguiça di tera que qualquer outro fogo das ilhas. E mais: é que sendo as encostas propícias ao cultivo da vinha, o manecom é o melhor do mundo. Ora linguiça assada nas brasas do bulcom, acompanhada de manecom, é coisa muito superior a um simplório arrozcatum. Enfim, invejas, invejas...

    Braça a fumegar,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Tá bem, Djack, tá bem...Confesso que há um pouco de inveja mas nada que se compare com a mania das grandezas de certa gente...
    Braça em brasa,
    Zito

    ResponderEliminar
  3. Mais folclore, Mais folclore.....
    Se não estivessemos em pre-campanha eleitoral, o PAICV em caça de votos na Ilha do Fogo, ou numa atitude especulativa para ver se pega, não acreditaria e tomava isso com uma piada de Abril desfasada no tempo!!
    Esta nota da Redacção de ArrozCatum intitulada Brincadeirinha cai a pique:
    ##‪#‎N‬.R. - Não estão em causa nem a ilha nem as suas gentes mas, por favor, não brinquemos com coisas sérias, em manobra política de finalidade mais do que óbvia...Já alguém pensou quantas centenas de vulcões existem por esse mundo fora, alguns em actividade quase permanente, a poderem reclamar idêntico estatuto? E porque não, já agora, os extintos como, por exemplo, o de Viana, em S.Vicente?####
    Eu pergunto, nesta linha de folclore, porque não Património Mundial da Humanidade a uma das mais belas Baías do Mundo, a Baía do Porto, o Monte Cara e o Monte Verde? Mas atenção, apesar de valorizar estes patrimónios narturais, não os considero Patrimónios Mundiais, pois para mim esta classificação serve para coisas, muito, mas mesmo muito especiais no nosso Planeta Terra!!!
    Quando é que o governo da Praia começa a ter mais compustura e a tratar as questões de CV com mais seriedade, mesmo no plano cultural?
    Pois que credibilidade podemos dar a políticas que desprezam o Património, nas suas diversas vertentes (material e imaterial), como tivemos no passado recente a amarga experiência, e ao mesmo tempo lança-se freneticamente pelo mundo fora a procura de apoios para Patrimónios da Humanidade para coisas do foro doméstico? É que qualquer dia ninguém toma CV a sério e isto será muito incómodo!! Pois gente seria não deixa de ficar preocupada com estas derivas folclóricas e populistas dos governantes de CV!!

    ResponderEliminar
  4. Saberão eles o que significa Patrimónios da Humanidade ???

    ResponderEliminar
  5. Apodaram-nos de "bazofe" porque nunca compreenderam a nossa brejeirice nata. Sempre procuraram ridiculizar-nos. A impressão que guardei desde que sai (tinha 21 anos) é que "o caboverdeano é capaz de brincar até para esquecer as suas misérias". Mas agora, com a sem medida de "patrimónios" pergunto que é ridículo.

    ResponderEliminar
  6. Isto até diverte, rapazes, e o Djack nisto não faz a coisa por menos. De facto, essa de eleger um vulcão como património mundial só em algumas cabecinhas mariod. Mas esperem que um dia destes os mindelenses vão propor também: o Monte Sossego, o Caizim, o Plurim de Pexe, a moreia frita do Foguim, a antiga Capitania, o Djeu, as ruías do Fortim, o vulcão Viana, a rua do Matijim, etc, etc.

    ResponderEliminar