sábado, 21 de novembro de 2015

[6671] - TARRAFAL - A HORTA DE S.VICENTE...


TARRAFAL MONTE-TRIGO
Santo Antão

Publicamos hoje um trecho sobre a magnífica propriedade do Tarrafal Monte Trigo.
É desta propriedade que se abastece o Porto Grande de S. Vicente da água para fornecimento da navegação, por intermédio da Sociedade Ferro & Companhia Limitada, de que é director o nosso amigo, o Sr. Dr. José Ferro, dono da referida propriedade.
Está situada ao SW da ilha de Santo Antão, numa magnífica baía conhecida dos navios de escolas da marinha alemã que costumam ali passar grandes temporadas em manobras e exercícios. 
É um local muito aprazível, cheio de vegetação e abundissima em água. A nascente que abastece o Porto Grande tem um débito de cerca de 1.200 toneladas diárias havendo, além desta, várias outras nascentes igualmente abundantes.
Antes da fundação da actual sociedade Ferro & Comp.ª. Lda., vários vapores tinham ido ao Tarrafal, exclusivamente para tomar água.
Pena foi que o seu proprietário, não tivesse conseguido mais cedo os capitais precisos para a fundação da sociedade e transporte da água para S. Vicente, pois, se não fora essa dificuldade, teria, de há muito, resolvido o problema do abastecimento do Porto Grande.
O Sr. Dr. Ferro tem muito bem tratada a propriedade e é ali que montou o primeiro trapiche a vapor em laboração na província.
Hoje, o Tarrafal de Monte-Trigo, tem um largo futuro com a exportação de frutas e venda de água.
Ali costuma ir passar dias de descanso várias famílias inglesas e portuguesas que residem na cidade do Mindelo.
“VOZ DE CABO VERDE” 1912

(E-mail de Artur Mendes)

NOTA - É evidente a falta de qualidade da imagem que ilustra este texto, o que não é de espantar pois trata-se da 1ª foto jamais publicada pelo jornal...


3 comentários:

  1. Tarrafal de Monte Trigo a Horta de S Vicente (um texto de 1912). Diria a chave do sucesso de S. Vicente/Cabo Verde, pois sem o precioso líquido que se importava todos os dias desta localidade, S. Vicente soçobrava de sede e a ilha voltaria ao seu estado primitivo!!
    Conclusão: S. Vicente/SAntão são duas ilha gémeas que ninguém, nem nenhuma política pode separar!!!

    ResponderEliminar
  2. Meu Amigo

    SAN VICENTE - Também tinha tcheu àga: Stória d'aga câ ta caba!

    " Fonte Francês ou Fonte do Francês -- É uma linda herdade, a um quilometro da cidade do Mindelo, propriedade do nosso amigo Dr.


    José Augusto Ferro.

    Está admiravelmente situada: possui 3 ( três) poços para irrigação, um campo de ténis, lindas plantações de coqueiros e tamareiras. É, a Fonte Francês, uma bonita propriedade onde a elite da sociedade mindelense, costuma, frequentar, reunindo-se em deliciosas partidas de recreio"

    ( Do mesmo Jornal é data) ... Segundo me informaram, ficava lá para as bandas da Salina

    Muita saúde e força...
    Braça

    ResponderEliminar
  3. É bom ler estas reportagens sobre o bem precioso que é a água.
    Quanto à irmandade S. Vicente/S. Antão, José, estou neste momento ocupado (e por isso com menos tempo para este blogue e o PdB) a fazer a revisão e a escrever o prefácio de um livro sobre a reabilitação de Santo Antão, que é de autoria de um primo direito do meu avô paterno, santatonense de 77 anos. É um engenheiro civil que foi ministro no primeiro governo. Esta referência só vem a propósito porque no meu prefácio faço questão de lembrar a complementaridade entre S. Vicente e Santo Antão, que não é bem relevada no livro, embora o autor rejeite liminarmente a construção desse aeroporto em Porto Novo. Além disso, ele só concebe a reabilitação no quadro de uma regionalização. Já não é mau.

    ResponderEliminar