segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

[8775] - O ALGODÃO DA ILHA DO FOGO...

NO SÉCULO XVII, O ALGODÃO ERA CULTIVADO NAS ENCOSTAS DA ILHA DO FOGO, PERMITINDO IMPORTANTES PRODUÇÕES EM TERMOS QUANTITATIVOS...

Foto - Memórias da África e do Oriente (História de Cabo Verde)

(Colab. - A. Mendes)


4 comentários:

  1. É de facto muito interessante este excerto de "Notícias de Lisboa" de Manuel Severim de Faria que o Ac'A agora divulga e que eu de há muito conheço, em edição de 1740, não por causa de Cabo Verde mas devido a investigações que realizei sobre Vila Viçosa - O papel de que ali se fala, era feito numa fábrica chamada "Moinho de Papel" (cujas ruínas ainda existem e que teve artífices mandados vir de Veneza...), mas isso é outra história que não a da seda foguense. Aí está um bom negócio para o Zito retornar às ilhas e depois mandar-me uma gravata com stil, executada na "Zitos's Silk Factory of Fogo".

    Braça de seda misturada com papel e de Cabo Verde fundido com Vila Viçosa,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Ali o "Zitos's" saiu mal... seria "Zito's". É sempre tramado escrever aqui directamente e depois ver que houve gralha...

    ResponderEliminar
  3. Desconhecia ou já não me lembrava de se ter cultivado algodão no Fogo.

    ResponderEliminar
  4. No Fogo e em quase todas as ilhas...

    Braça

    ResponderEliminar