terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

[8873] - DEPOIS DA TRAGÉDIA, O ABANDONO!...


Todas as vezes que passo aqui, sinto-me magoado e revoltado.Vejo como somos abusados e abandonados. Há tempos que enalteciam a vinicultura, quando acomodam os interesses mesquinhos, ora vejo que não temos Ministerio de Agricultura nem das Obras Públicas. Ficamos a saber que o nosso estatuto ainda é do antes da independencia. Não será isto razão para lutar e morrer? Que diferença há entre o Governo Colonial Português e estes novos Colonos? Há-de chegar o dia da nossa Libertação!  Todos estão a ver isto, mas calam-se ou fingem que não vêm nada. Depois da Censura da Comunicação Social do Estado, resta-me o Facebook, e rogo a todos os meus amigos e os Amigos de Chã das Caldeiras que partilhem isto, quantas vezes quanto possivel, até que a nossa voz seja ouvida! É sofrimento demais para a minha gente sofrida!


(Fotos e texto de Dom Danillon)

««oOo»»

 Partilho este post pois solidarizo-me com esta gente do Fogo revoltada com a situação da ilha, mais de um ano depois da erupção vulcânica, apesar da solidadiedade nacional e internacional. Aparentemente, ainda não viram os seus problemas resolvidos e tudo leva a crer (segundo Danillon) que a comunicação social abafa este caso. E temos que  ficar calados... Eu já o disse: Cabo Verde é uma pura mentira para tolos e há criancinhas, cantada repetidas vezes até nos convencemos do contrário. É esta é a agenda da transformação que querem continuar por mais 20 anos?
JOSÉ FORTES LOPES

3 comentários:

  1. Mais uma flagrante injustiça que nem é maior que a reconstituição da Chã das Caldeiras para a qual receberam subsidios gastos em bujigangas.
    Enquanto isso, na Praia erigem Cidades Administrativas, Universitàrias e Desportivas, pelo menos. E as outras ilhas sô têm direito a promessas (portos, aeroportos e universidades). E viva o descaramento !!!
    Eduardo Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Por onde pàram os émulos do Sr. Abilio de Macedo e outros mais foguenses ?
    Parece que o contàgio chegou a essa ilha de gente rebelde para o direito.

    ResponderEliminar
  3. Lamentável, mas não é nada que nos surpreenda. Falta à nossa terra gente capaz de governar.

    ResponderEliminar