sábado, 19 de março de 2016

[9029] - MEDIDA "OPORTUNA"...


Os professores de Cabo Verde receberem os seus salários referentes ao mês de Março com um aumento de três por cento, com efeito retroactivo a Janeiro deste ano. Esta remuneração é fruto de intensas negociações entre o Ministério da Educação e Desporto (MED) e a classe docente. http://asemana.publ.cv/spip.php?article117212&ak=1#ancre_comm

4 comentários:

  1. Embora nestas alturas eleitorais sejam sempre oferecidos bónus ao povo (em qualquer parte do mundo, por cá também), parece-me que esta medida não é oportunista. Primeiro, porque se fala de ser "fruto de intensas negociações", o que quer dizer que houve pressão sindical forte; por outro lado, 3% em salários tão baixos como são os dos professores cabo-verdianos, não lhes deve dar vontade a nenhum de retribuir com voto prenda governamental tão mísera. Não, aqui não parece haver oportunismo governamental, parece é que não tiveram mais remédio que dar os ditos 3%. Oportunismo era se tivessem dado em altura de eleições uns 10 ou 15%...

    Braça com voto em quem apetecer,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Pouco ou muito, cheira a campanha eleitoral. E esta emporcalha qualquer escrutínio. Devia haver uma lei a proibir este tipo de situações 6 meses antes das eleições.

    ResponderEliminar
  3. Nestas alturas quem pode, faz sempre qualquer coisa para "caçar" uns votos, mesmo que a margem da lei.
    Em outros momentos tentaram, mas foram impedidos.

    ResponderEliminar
  4. Comungo da opinião do Adriano. Por mais que se tente achar justificação, cheira a medida altamente eleitoralista. Não esquecer que o professorado é muito numeroso e com multiplicação familiar bem vasta. Acha decoro!

    ResponderEliminar