quarta-feira, 7 de setembro de 2016

[9652] - PORQUÊ FATIAS PARIDAS?...



No norte chamam-lhes fatias paridas porque era o que se dava às mulheres após um parto difícil, para elas recuperarem as forças e há quem as conheça como rabanadas e como fatias douradas. Mas, será que existe alguma distinção entre estes elas? Pessoas mais antigas afirmam que estas fatias até faziam as mulheres ter mais leite para os seus bebés...Eram fatias de pão duro, molhadas em vinho quente açucarado, passadas por ovo, fritas em azeite bem quente e no fim polvilhadas com açúcar. É claro que nos nossos tempos isso é impensável de se fazer, mas foi assim que surgiu o nome de fatias paridas.

Para os lisboetas são rabanadas, molhadas em leite, previamente fervido com canela e limão. O nome é de origem árabe, já que os mouros, durante o ramadão, encontravam nestas fatias uma forma de manter as forças durante o longo jejum. Rabanadas, pois,  porque eram comidas durante o ramadão.

Para as pessoas a sul são fatias douradas porque é isso que elas parecem: pequenas fatias de pão coloridas por um tom dourado, inconfundível.

Mas, rabanadas, douradas ou paridas, haverá pouca gente que as não aprecie, nomeadamente, na época natalícia, cumprindo-se, assim,  uma tradição de o seu consumo estar ligado a uma situação de cariz religioso.

P.S. - Em França, chamam-lhes "Pain Perdu", em Espanha, "Torrijas",  no México, "Zacatecas", na Inglaterra, "French Toasts" e na Venezuela, "Tacones"...

3 comentários:

  1. Se não estou errado, sempre me pareceu ouvir fatia de parida e não fatia parida. Seja qual for o nome, aprecio-as, sobretudo ao pequeno almoço do dia de Natal.

    ResponderEliminar
  2. Aliás, a acreditar na versão que apresento e bebi não sei onde nem quando, "de parida" tem mais lógica do que, apenas "parida"...
    Braça com rabanadas
    Zito

    ResponderEliminar
  3. Telefonei agora mesmo para a Alfredo da Costa para esclarecerem a dúvida do Adriano mas de lá disseram-me que nunca ali foi dada à luz semelhante iguaria.

    Braça sem fatias dadas à luz,
    Djack

    ResponderEliminar