sexta-feira, 23 de setembro de 2016

[9704] - CACHUPA...ALDRABADA...

Meu filho Paulo, acaba de regressar de uma semana no Sal, com a esposa... Ele nasceu em S.Vicente e não perde uma oportunidade de voltar às ilhas e, desta vez, aproveitou uma daquelas promoções de fim de estação, como se costuma dizer, ao preço da chuva... Aliás, chegaram a ser bafejados por uma valente chuvada no dia da despedida...
O pacote incluía a estadia num dos mais modernos hotéis de 5 estrelas em que, pelos vistos, tudo era de primeiríssima qualidade, menos a cachupa...
Na realidade, um dia, ao almoço, havia aquilo a que o cardápio se referia como "Cachupa Rica de Grão-de-bico"... Ora, cachupa com grão-de-bico como ingrediente além do milho e outras leguminosas, não sendo muito vulgar, não é de todo novidade e já encontrei várias receitas na Net que incluem essa leguminosa fabácea tão característica... Mas, cachupa em que o milho é substituído pelo tal grão-de-bico isso é que é coisa que nem ao diabo lembraria... O Paulo ficou estupefacto e só a custo refreou a vontade de ir às cozinhas e confrontar os responsáveis pelo "insulto" com a sua mais profunda repulsa pelo atropelo gastronómico de tentar, autenticamente, "vender gato por lebre"...
Parece-nos que se trata de um erro grave pois estamos em presença da adulteração estrutural da composição de uma iguaria que é uma bandeira de Cabo Verde a que se pretende emprestar uma roupagem que lhe altera o sabor de forma drástica e não me parece que haja cozinheiro ou chef neste mundo que possa, mau grado o numero de estrelas Michelin que possa ostentar, cometer tamanho sacrilégio...

4 comentários:

  1. Pois é já existe esta novidade em Cabo Verde? Em termos visuais deve ser parecido agora o gosto, Bonjours.
    Zito esta não deixa de ser uma extraordinária aventura do teu filho em Cabo Verde. Imaginação não falta por aquelas bandas!

    ResponderEliminar
  2. Zito, essa Cachupa com grão de bico não é mais do que o Rancho à moda de Viseu. Este é um prato que eu também aprecio. Portanto, não se percebe como se pode cometer um erro deste. O turista português que chega lá e lhe é apresentado o prato terá razão para se interrogar e interrogar o hotel. Embora talvez não se importe de matar a saudade do rancho à moda de Viseu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu conheço o rancho, que tambem aprecio, só que esse, leva massa de cotovelos e a cachupa (?) do Hotel, não... Estão, mesmo, a tentar inventar uma cachupa sem midje (!)...

      Eliminar
  3. Parece-me mais com um cozido à Portuguesa com grão de bico.

    Matrixx

    ResponderEliminar