sábado, 24 de setembro de 2016

[9706] - PRESIDENCIALISMO? E PORQUE NÃO?...

«Há corrupção, há compra de votos, há compra de consciências». A denúncia parte do candidato presidencial Joaquim Jaime Monteiro, que concorre pela segunda vez consecutiva à chefia do Estado de Cabo Verde. O Combatente da Liberdade da Pátria responsabiliza os partidos políticos por tal prática e defende que aquele que compra o voto do cidadão deve ser condenado a prisão perpétua. Monteiro, que se assume como candidato do povo, avisa que participa nestas eleições para ganhar. Neste exclusivo ao A Semana, Joaquim Jaime Monteiro promete, caso vença o pleito de 2 de Outubro, um país diferente, focado na resolução das necessidades do povo, com um regime presidencialista e um sistema de referendo a funcionar em todas áreas previstas na Constituição da República.

(Leia a entrevista em "A Semana", de hoje)

1 comentário:

  1. Há algum tempo que venho afirmando, fazendo coro com umas poucas pessoas, que Cabo Verde tem de mudar o actual sistema de poder. O Djack Monteiro está com a razão.

    ResponderEliminar