domingo, 2 de outubro de 2016

[9739] - GADO - DE CABO VERDE PARA O BRASIL...


...A espécie bovina foi levada para o continente Sul Americano no ciclo das Grandes Navegações. O gado vacum chegou com os colonizadores portugueses e holandeses, trazido em viagens marítimas que partiram da Península Ibérica e das Ilhas de Cabo Verde. A maioria era gado europeu (Bos taurus), embora já houvesse mestiços de gado zebu (Bos indicus). Foi mais ao extremo Sul do Brasil que chegou o gado de origem espanhola. A lendária caravela “Galga” ficou registrada em diversos documentos históricos como sendo a transportadora mor de   gado bovino oriundo de Cabo Verde e Açores, com destino a Salvador, capital da colonia naquela época.
Resumindo os acontecimentos históricos de uma forma simples, podemos dizer que os portugueses transportaram animais para o Brasil, após a sua descoberta por Pedro Álvares Cabral. Os primeiros bovinos chegaram  ao território, juntamente com outros animais domésticos, apenas em 1533, na Expedição de Martin Alfonso de Souza, que resultou na fundação da primeira Capitania Portuguesa, na Ilha de São Vicente. No final do século XVI havia uma grande abundância de bovinos no litoral brasileiro e em todas as Capitanias Portuguesas... (Texto adaptado)

Revista UFG Nº 13 - Dezº 2012



7 comentários:

  1. Esqueceu-se o Ac'A de dizer que Martim Afonso de Sousa era natural de Vil Viçosa, terra de grandes tradições de toda a espécie, nomeadamente a de ter dado ao mundo este navegador que tem uma biografia curiosíssima (o Ac'A que a desenterre, please...) e que sabia tratar da vida como poucos. Muitos anos mais tarde, havia de nascer na mesma terra um dito cujo que também tinha a mania das capitanias e também de São Vicente.

    Braça com patrício,
    Djack

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por qualquer mistério inexplicável, um "a" foi comido no meu comentário. Embora se perceba, mesmo assim há que emendar a coisa: é "Vila Viçosa".

      Braça com "a",
      Djack

      Eliminar
    2. Meu caro, é com todo o prazer que lhe devolvo o privilégio de arengar sobre o seu ilustre conterrâneo, responsável pela migração de vacas cabo-verdianas para o Pantanal!
      Braça com bossa
      Zito

      Eliminar
  2. Bravo, Zito e Djack, por estas contribuições. Interessante!

    ResponderEliminar
  3. Permita-me o A&C fazer a seguinte correção histórica:

    A ilha d S. Vicente não foi, nem podia ser a 1ª capitania cujo começo da sua povoação teve inicio em 1836 ... O S. Vicente que refere trata-se de S. Vicente de S. Paulo/Brasil

    A malograda caravela Galga afundou-se numa das viagens de ida a cabo verde para transporte de mais gado.

    Para estudo completo da corografia Cabo-Verdiana, da época, pode ler ( livros Google): Francisco Adolfo Varngem corografia cabo-verdiana... é só escrever e clicar!

    ResponderEliminar
  4. Favor não repare "inicio" Começo"....

    ResponderEliminar
  5. Houve um equívoco domingueiro da minha parte:

    S. Vicente / S. Paulo, é uma ilha!

    "Quem te manda a ti tocar rabecão... É areia demais para minha tola.

    Desculpem-me a precipitação.

    ResponderEliminar