domingo, 2 de outubro de 2016

[9741] - QUE "RICO" XIXI...

É de ouro maciço, 18 quilates: uma sanita que é uma obra de arte no Guggenheim, em Nova Iorque. Está num WC aberto ao público e, de acordo com o museu, permite uma “intimidade sem precedentes com uma obra de arte”. E sim, funciona na totalidade.



Chama-se “América” e está  em exibição num wc público do Museu Guggenheim. Ou melhor, é uma réplica de ouro de uma vulgar sanita da casa de banho que estará à disposição do público para ser usada como qualquer outra. Com poucas diferenças. Com um guarda à porta para dar informação e evitar que alguém queira levar o objecto como recordação e uma placa na porta com o nome da obra. 

A sanita dourada é obra de Maurizio Cattelan, um artista e escultor italiano conhecido por obras de arte provocadoras como a do Papa João Paulo II derrubado por um meteorito. No início do ano, o artista apenas revelava que a sua obra tinha sido inspirada pela desigualdade económica. 

Reuters

O artista tinha anunciado a sua reforma há cinco anos, pendurando todos os objetos de arte que alguma vez fez no tecto da zona central do museu Guggenheim. Agora, voltou do exílio auto-imposto.

No seu site, o museu realça a mensagem da obra, ao tornar “disponível para o público um produto de luxo extravagante aparentemente destinado para o um por cento”, ou melhor dizendo, para os muitíssimo ricos. 

A sua natureza participatória, convidando os visitantes a usar a obra de arte com privacidade, permite uma experiência de “intimidade sem precedentes com uma obra de arte”, ao mesmo tempo que “pisca o olho aos excessos do mercado de arte e evoca o sonho americano de oportunidades para todos”- com a sua utilidade a lembrar-nos das realidades físicas inevitáveis da nossa humanidade compartilhada”, realça o texto do museu. 

RTP

3 comentários:

  1. Isto já não é novidade nenhuma. O avião do meu grande e saudoso amigo Reza Palevi, antigo xá da Pérsia, também tinha objectos como este. Sempre que me vinham buscar para passar uns dias com a família Palevi em Teerão era num Boeing assim preparado.

    Enfim, imitações. Braça com gold,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Isto aqui vale ouro. Não é para qualquer um embora o resultado não difere do pobre para o rico.

    ResponderEliminar
  3. E quanto custa uma simples utilização? Isso é que interessa saber.

    ResponderEliminar