quinta-feira, 6 de novembro de 2014

[7592] - APELO DRAMÁTICO...

 Gilda Dos Santos Pidis

5 de Novembro de 2014 - 10:22
A NOSSA SOCIEDADE, O NOSSO PAÍS MAIS UMA VEZ,  FALHOU COM O SEU POVO!

Quando uma jovem em flôr de idade morre existe sempre um culpado, os técnicos da saúde, os politicos, o país e a nossa sociedade que é enferma e incapaz, por isso falha com o povo. Porque isto nunca acontece aos filhos dos ministros, nem dos deputados que sempre buscam tratamentos a tempo e hora no exterior? Onde existem tratamentos de saúde com uma cara humana e o paciente é o centro dos acontecimentos. Porquê senhores politicos? Que valeu a independência de Santiago e a coloniazação e exploração das outras ilhas de Cabo Verde?
Estariamos melhor servidos se ainda fossemos portugueses. 
Os prevaricadores da independência nos enganaram e roubaram-nos! 
Soilcitamos e agradecemos aos nossos colonialistas que nos mandam uma bomba atómica e que nos matam a todos de uma só vêz, aos invêz de matar-nos de um a um.

Viva a Salândia livre e independente! 
Cidade e Município de Santa Maria, 4 de Novembro 2014

in FaceBook

7 comentários:

  1. Bem, ou eu estou do contra sem querer ou confirma-se que do Facebook nunca nada vem completo... A senhora faleceu? A senhora está viva mas precisa de ajuda? O nome acima é do autor da notícia no Facebook? É o nome da senhora da foto? O apelo dramático é relativo a quê? Ida urgente para São Vicente? Para a Praia? Para Portugal?
    Desisto, comentar notícias feicebuquianas, nem pó. Abaixo o feicebuque, feicebuque jamais e para todo o sempre.

    Braça desfeicebuquiada,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. E, já agora, sugerimos ao Zito que vá até ao Praia de Bote, onde vários amigos dele estão a beber um café na Chã de Cemitério. Se nos acompanhar, pagamos-lhe um gin-tonic no Café Lisboa, em vez de só ver a fotro da bebida...

    Braça com hic, hic,
    Djack

    ResponderEliminar
  3. D.Gilda é que "botou" o texto no FB e refere-se à morte recente de uma jóvem, ao que parece, devido a cuidados médicos deficientes ou minimalistas...Acho que o pedido de uma "bomba atómica" é um "apelo dramático"...Julgo eu de que...
    Braça com plutónio,
    Zito

    ResponderEliminar
  4. Sem aderir ao grito emancipalista, compreendo a revolta desta mulher.

    ResponderEliminar
  5. Um país em deliquescência. A recriminação desta senhora devem ser vista aqui, mais pelo desgosto derivado ao estado de descalabro, deliquescência em que está a sociedade caboverdiana dominada por forças cada vez mais poderosas e invisíveis.

    ResponderEliminar