quinta-feira, 27 de novembro de 2014

[7668] - PIOR A EMENDA...




Um estudo feito no Japão deixou uma nota alarmante:
os cigarros electrónicos contêm até dez vezes mais agentes cancerígenos do que o tabaco convencional - contrariando outros que têm apontado para uma conclusão contrária.
(Observador)

4 comentários:

  1. .

    Em Franca, os médicos especialistas na tabacologia, dizem a mesma coisa e hà uma forte corrente na campanha para a proibição do cigarro electrónico.E é possivel que ganhem porque jà compreenderam os danos causaos pelo tabaco cuja plantação foi bastante reduzida embora as tradicionais ameaças e os costumeiros "pedidos de indemnização". Acho que o Estado devia processar os mais violentos por envenenamento da população.

    .

    ResponderEliminar
  2. Ora, Viva! Um comentário, após três longos dias de selêncio sepulcral...Obrigado, Val, já me sentía órfão!
    Quanto ao assunto, acho que tens razão...Eu fui fumador durante cerca de 40 anos e, hoje, sofro de uma DPOC que hei-de levar para a cova...e nunca fumei "ervas", apenas tabaco Virginia dos cigarros americanos e, depois de 77, o SG~Gigante e, mais tarde, Marlboro, de novo, quando começou a ser fabricadp em Portugal...Imagino, essa de fazer fumo com produtos quimicos...Infelizmente, o Lobby do tabaco é poderosíssimo e, à sua volta, gravitam interesses há muito instalados e que dificilmente permitiríam uma "lei seca" para o tabaco...Creio que teremos que conviver com esse veneno até à consumação dos séculos!
    Braça
    Zito

    ResponderEliminar
  3. Ontem mesmo postei. como se diz por aqui na Bahia, Oxente, o que tá acontecendo?!.
    Comentei em post anterior. Pode procurar!
    Vou subir nas minhas tamancas e rodas a minha saia engomada...kkkk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amiga...Eu costumo responder sempre aos comentários postados, salvo uma ou outra excepção devida ao contexto do comentário ou por pura distracção...Não vejo a que comentário seu se reporta...Pode ser mais explícita?!
      Bjs...

      Eliminar