terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

[7818] - S.VICENTE - OS ARREDORES E MUITO MAIS...


Da Ponta João d'Évora à Ponta Sul e da Ponta do Farol à Ponta do Calhau, imagine-se como seria a nossa ilha se as suas NOVE ribeiras tivessem onde ir buscar água...Ribeira de Vinha, Ribeira de Julião, Ribeira de Flamengo, Ribeira de Caixa, Ribeira de Meio, Ribeira de Chã de Madeiral, Ribeira de Baleia, Ribeira de S.João e Ribeira do Cavalo...

12 comentários:

  1. Mapa fabuloso! Muito pormenorizado. Uma curiosidade: qual é a data cartográfica?

    Abraços

    Ondina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga, não encontrei dados que possam satisfazer a sua, aliás, natural, curiosidade...Creio. no entanto que, dada a qualidade da reprodução, se tratará de um trabalho relativamente recente cujo pormenor é de saudaMantenha,
      Zito

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Nunca vi um mapa tão pormenorizado que, como diz o Zito, deve ser recente. Fiquei a saber onde se encontram lugares de que ouvia falar sem imaginar as suas latitudes.
    Por exemplo Palha Carga um dos lugares de onde, entre 1944 a 1950 vinha a comida para os cavalos. Havia mesmo um Plurim de Paia, que ficava por tràs do Campo de Futebol. Iaginem as pobres mulheres caminhando a pé, com uma carga enorme à cabeça... Por volta das 8,00 hs jà estavam a postos e, no dia seguinte repetiam a mesma coisa.
    Durante algum tempo a Ponta de Saragaça foi o lugar dos fins de semana do Manuel Matos removeu pedregulhos e fez um portinho onde recebia os seus amigos Pescadores... e não sô.
    Obrigado, Zitão !!!

    ResponderEliminar
  4. Minha pesquisa.:

    Autor : Francisco Santos ( português (dito exilado em C.V)
    Nota: - " Cabo Verde - Ilha de S. Vicente -- A localização de alguns topónimos menores não é coincidente com alguns mapas de fontes diversas. Este mapa foi desenhado tendo por base o mapa turístico " S. Vicente - Porto Grande" publicado em Junho de 1990 peal Direcção Geral do Turismo de C.V "
    --------
    Caro Valdemar

    "Praia de Palha Carga" também se celebrizou por ser o ponto de "fuga de clandestine para Dakar" ... Eu, como tripulante do Ernestina", participei nesse drama!

    ResponderEliminar
  5. Obrigado pelo esclarecimento, Mendes. Interessante saber o que aqui dizes.
    Aquando da minha estadia em Dakar (Serviços Consulares) soube do que a
    Policia andava a fazer para reprimir as saidas devido a presença a bordo do
    "Novas de Alegria" de um ex-Policia enviado para "goitar" o movimento dos
    clandestinos. O episôdio da "Ernestina" foi depois de eu ter saido corrido dali
    devido a ruptura de relações consulares entre Portugal e o Senegal.
    O episôdio não é de esquecer quando te dão 15 dias para desaparecer dos
    quadrantes. Muita coisa foi sacrificada e outras tantas que não consegui fazer
    "sacrificaram-me". Ia dizer que muitos amigos desapareceram mas lembro-me
    do provérbio que diz "se sumiu é que amigo não foi".
    Um caso ainda me roi a alma. Soube muito tarde de um que me disseram estar
    resolvido e, anos depois, soube que subsistia ainda. Fui pessoalmente tratar do
    assunto na companhia da minha irmã mas o interlocutor, pessoa muito chegada
    às vossas Familias (Mendes e Azevedo) não esteve visivel. Apesar do tempo e
    de acontecimentos passados, a pena doi ainda.
    Braças e mantenhas

    ResponderEliminar
  6. Conheço grande parte da Ilha. Estudante do liceu 6º e 7º andávamos a pé a ilha toda ( Fateixa à Ponta de João Ribeiro) sem mapa

    ResponderEliminar
  7. No meio disto tudo, apenas tenho uma enorme pena do pobre Topona que toda a vida tem chorado o facto de não ter mais um metro para poder dizer: "M'tem setecento".

    Braça gigante,
    Djack

    ResponderEliminar
  8. Este mapa é completo, embora não tenha grande precisão topográfica. Que a esta escala não seria também fácil de conseguir. Só em 2003 pude conhecer todos esses lugares da periferia e do interior. Foi num jeep de um primo e em viagem do género radical. De outra forma não seria possível, pois foi a todo o terreno.

    ResponderEliminar