sexta-feira, 6 de março de 2015

[7864] - OFICIALIZAR ENSINO DO CRIOULO? NÃO, OBRIGADO!

Eduino Santos
Porque os Brahmán voltam a tentar a impor a sua  vontade soberana na questão da oficialização da língua  materna  agora,  passando por cima da Constituição  para impor o ensino da vertente de Santiago nas escolas, volto a publicar um texto  publicado em 2009, apenas para poder dizer que não aceitei, mais uma vez, a divina vontade dos Brahmán.

VEJA EM http://noticiasdonorte.publ.cv/31621/brahman/

6 comentários:

  1. Como se não chegassem as maldades visíveis e invisíveis, reaparece agora a turma do “Tude pa Tchom” com os seus planos tramados à sucapa para liquidar nove idiomas seculares que não precisaram de “sientistas” auto proclamados para viverem mais de vàrios séculos. O plano é como arma letal da união dos Povos das ilhas (des)afortunadas.
    Esse povo, valoroso e crente, nunca foi abandonado e sempre que foi necessário, apareceram guiões como o capitão Ambrosio para transmitir ao Povo a dinâmica de combater às forças inferiores destrutoras da Harmonia e da nossa Riqueza. Cabo Verde sempre teve filhos que pensam e, embora não tenham agido sempre a tempo, acabam por se manifestar no bom sentido. E agora o Tarrafal vai ser para a Cultura e a policia politica se encontra do lado do Direito.
    Eduardo Oliveira

    ResponderEliminar
  2. As pessoas de bom senso dizem todas "não obrigado", mas parece que nos vão obrigar a assistir ao fenómeno.

    ResponderEliminar
  3. Se a luta tivesse continuado desde o lançamento do Alupek há 7/8 anos como o temos feito cerrando as fileira nesta altura não teriam ousado este 'coup de force' dos fundamentalistas de Santiago

    ResponderEliminar
  4. Joao Matos
    7 de Março de 2015 11:42
    Não é apenas o crioulo que querem oficializar, ou melhor esta medida é a continuidade da estratégia de oficialização da mentira e da manipulação dos espiritos que o PAIGC instaurou em CV desde 74! E' uma ideologia, meu caro, preprada nas oficinas ideologicas desse partido do totalitarismo... Mentiram e tomaram conta dos espiritos e das mentes da nossa gente, que cada vez mais se mostra mais amorfa, lobotomizada, com os olhos peridos num horizonte que não vêem com olhos de ver.... Um abraço!

    ResponderEliminar
  5. Em vez de se ocuparem com o nosso futuro (Cabo Verde está um problema cada vez mais caótico) o Governo continua a se meter em casos cada vez mais desastrados que desmoralizam até os próprios membros do partido da situação. O desespero da injustiça devora paulatinamente os ilhéus que se sentem privados da prosperidade no presente e, evidentemente, no futuro que se apresenta cada vez mais sinistro. Os tiranos e os "sientistas" que se apoderam do Poder e se julgam os donos da Ciência, da Cultura e do Poder, nem ligam o grito da gente que se sente sufocada.
    Nos últimos dias dois factos minaram ainda mais a nossa paciência e foram (edtão sendo) muito badalados: - A recusa do admitir os barcos de PESCA e a onda diabólica dos que querem o desaparecimento dos falares muitas vezes centenários para introduzirem a merda do ALUPEC.
    Acorda, Povo !!!

    Ema Rodrigues

    ResponderEliminar
  6. Seja bem-vinda a este palco de amantes de Cabo Verde e, especialmente, do Mindelo e S.Vicente...Fazemos nossas as suas palavras e sincera e convictamente, fazemos eco ao seu grito: CORDÁ, CABO VERDE!!!
    Cordialmente,
    Zito Azevedo

    ResponderEliminar