sexta-feira, 20 de março de 2015

[7919] - CABO VERDE - UM "DESERTO" NA MATIOTA...


BODIÃO, AMIGO, DIZ-ME POR ONDE ANDAS!

Quem teve a oportunidade de um dia pescar e mergulhar nas limpidas e imaculadas águas da Matiota, certamente se recordará da grande variedade de fauna marítima que se podia encontrar, desde  lagostas, moreias e linguados, passando pelos polvos e, muito especialmente, pelo carismático e abundante bodião. 
Para quem gostava das pescarias à cana, naqueles inumeros pesqueiros que iam desde a Matiota até á ponta de João Ribeiro, muito peixe se apanhava, na altura. E não era preciso esperar muito...
Mas, pelos vistos as coisas mudaram, pois ao que parece o fundo marinho praticamente morreu, despiu-se de vegetação e os bodiões, que antes eram frequentadores dessas águas, também desapareceram. Onde, antes, havia vida em abundância hoje, ao que parece, existe um deserto....
Essas cabeças pensadoras que um dia tiveram a "brilhante" ideia de destruir a Matiota e todo o seu ecossistema, com a implantação de estaleiros no local errado, continuam a ter seguidores naqueles que persistem em destruir o pouco que resta da paisagem natural, esburacando, retalhando e descaracterizando todas aquelas ladeiras. Será que ninguém coloca um travão nesses desmandos?...

(José Fortes Lopes)

Sem comentários:

Enviar um comentário