sexta-feira, 31 de julho de 2015

[8331] - CABO VERDE - A DESCOBERTA DA PÓLVORA...

A Ministra do Desenvolvimento Rural prometeu esta quarta-feira mais investimentos para a ilha de São Vicente, de modo a reforçar a sua importância agrícola no contexto nacional.

Eva Ortet
  Em declarações à imprensa, no âmbito da sua visita à ilha para o lançamento oficial das obras de mobilização de água no meio rural, Eva Ortet anunciou que o grande projecto para São Vicente já está a caminho.

“Os equipamentos que estamos a lançar representam o começo do programa de mobilização de água para São Vicente, mas o grande programa de investimento está a caminho, com o estudo de bacias hidrográficas, no processo de lançamento de concurso”, afirmou a governante.
De acordo com a tutela, “São Vicente é a terceira ilha agrícola do país”, uma posição que o governo quer reforçar, com a construção de mais infra-estruturas de mobilização e adução de água para a prática agrícola.
“São Vicente, em termos de agricultura e savoir faire, é um champion, não só em termos de produção, mas a forma de produzir. Não foi por si só que quem venceu o prémio do agronegócio era de São Vicente. A ilha está a dar o exemplo na questão das compras locais, numa parceria com a Ficase, o MDR e o Ministério da Saúde, para abastecer as cantinas escolares", sublinhou Ortet.
Outro anúncio foi a inclusão de São Vicente na segunda fase do plano do salvamento de gado implementado pelo governo.

“Terminámos a primeira fase do plano em Janeiro, São Vicente não estava incluído porque tínhamos a pressão das ilhas com mais carência. Neste momento achámos por bem alargar o plano também à ilha, tendo em conta o peso que tem a nível da pecuária”, explica.

As obras de mobilização de água agora lançadas têm um prazo de execução de cerca de dois meses e meio.

(Expresso das Ilhas)


5 comentários:

  1. Ah sim, afinal pode-se fazer agricultura em SV, ao fim de longas décadas de abandono do interior rural da ilha. O terreno de SV é ideal para leguminosas horticultura e algumas fruteiras. Pouco um nenhum trabalho de hidraulica , conservaçõa dos solos, correcção torencial tem sido feito, na ilha e continuamos a ver água a ir para o mar ao longo de todos os vales da ilha.

    ResponderEliminar
  2. Neste momento S.Vicente é uma lha propícia para tudo!. Claro, estamos a porta das eleições e por conseguinte não é de se estranhar toda essa preocupação para que se consiga amealhar mais alguns votos...

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente, não posso deixar de concordar com o senhor Manuel Maocha sobre a oportunidade política do anúncio desta medida. Mas, vá lá, antes isso que nada. Contudo, se a agricultura é uma valência explorável, as potencialidades naturais da ilha, e que são por demais conhecidas, continuam a não ser aproveitadas no seu âmago.

    ResponderEliminar
  4. Bem vindo Manuel Maocha a este espaço aberto a todos

    ResponderEliminar
  5. Euréka !!!
    Nas vésperas das eleições descobrem tudo e fazem-nos lembrar Diôgenes. E, se não estivermos atentos, são capazes de nos dizer que vão à prospecção do petrôleo que temos e que so eles podem encontrar depois das eleições.
    Ê ter lata para nos trazer essas "novidades" que fazerm sorrir. Como se fôssemos uns leigos que dançam com o som das suas mùsicas. Isto não passa de mais uma saida de momento de euforia.
    Eles são o passado e ninguém corre atràs porque não têm novidades para dar.

    ResponderEliminar