sábado, 3 de outubro de 2015

[8513] - PARA QUE CONSTE...


Para que o acontecimento não passe à História sem imagens, venho aqui hoje reproduzir o "prato de sustância" que enriqueceu o almoço da passada segunda-feira, com o amigo que veio de Tours, o jovem octogenário  Valdemar Pereira...Trata-se, como fácilmente se constata, do célebre "Bacalhau à Vianense" também chamado de Bacalhau à Minhota ou, mais prosaicamente, Bacalhau à Casa...Estava uma delícia e foi uma amável deferência da gerência pois não fazia parte do menú do dia do Restaurante "O Garfo Real", de Queluz...

2 comentários:

  1. OK, OK, já sei, não é preciso dizer mais nada, a vingança serve-se fria, mas aqui ela chama-se vinbacalhaugança, ficamos por aqui, não é preciso ser mais cruel, hoje o jantar a mim vai-me saber a palha, por melhor que seja, dada a foto que resplandece aromas, só falta ver a cara do vice-cônsul a ser brindado com o petisco mas que se lixe, sei que ele foi bem servido e isso é que interessa.

    Abraço arrasado e com vontade de comer o ecrã do portátil,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Tive, efectivamente, a sorte de encontrar uma foto de inegável qualidade face ao efeito que dela se pretende extraír - realismo! Tambem é verdade que esta é uma das mais conseguidas receitas do fiel amigo e que resulta numa experiência quase espiritual quando degustada na sua terra natal - Viana do Castelo! Desejo que o ecrã do portátil tenha resistido ao impulso gastronómico!
    Braça, sem espinhas...
    Zito

    ResponderEliminar