quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

[8764] - CATARINA!...CATARINA!



ESTA SENHORA É SECRETÁRIA DE ESTADO DA CULTURA!!!

...E foi, certamente, o nervosismo por lhe terem endereçado um post eventualmente ofensivo, que a levou a escrever coisas como
sensura, tulero e bloquiarei...

5 comentários:

  1. Acho feio da parte do Ac'A embirrar com a pequena. Lembremo-nos que ela, que é licenciada em Línguas e Liteaturas Românicas, passou por 37 reformas do ensino: ora fazia o exame da 4.ª, ora não fazia; ora fazia admissão ao liceu, ora não fazia; ora fazia exame do 5.º ano, ora não fazia; ora estava na 4,ª classe ora no 4,º ano; ora estava no 1.º ano do liceu, ora estava no 5.º da escola do 2.º e 3.º ciclos; ora era obrigada a ter Francês, ora era obrigada a ter Espanhol; ora tinha Área-Ecola, ora tinha Estudo Acompanhado; ora tinha Maria de Lurdes, ora tinha Crato...... Ufaaaaaaaaaaaaa

    Por outro lado, a pequena conseguiu superar algumas falhas resultantes da sua complicada vida estudantil. Por exemplo, "sensura" quer dizer "sem usura", pois o pai era judeu e dedicava-se ao negócio monetário mas sem aldrabar o próximo; "tulero" é palavra formada por "tu" e por "bolero", por parte da mãe que tinha uma escola de danças de salão; e "bloquiarei" tem a ver com a sua aversão à monarquia e vem de "bloquear" e "rei". Não vejo portanto que razão tem este blogue para assim insultar a erudita linguista...

    Braça com todas as letras e mais algumas,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Atenção que ali em cima era "Literaturas" que eu queria escrever... Bem, bem, não quero ir parar ao index do Ac'A... Não se pode andar a criticar os outros e dar erros de palmatória...

    Braça deserrada (neologismo inventado mesmo agora),
    Djack

    ResponderEliminar
  3. Cabe dizer que não sei se a licenciatura da senhora é essa (nem me interessa) e que as profissões dos ancestrais as "deduzi" pelas palavras apontadas pois não conheço os senhores que no fim de contas me merecem todo o respeito.

    Braça desculpante,
    Djack

    ResponderEliminar
  4. As gerações mais novas padecem deste problema, uns mais do que outros. Numa governante é que não se percebe.

    ResponderEliminar