sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

[8769] - PEDRADAS NO CHARCO...

Alexandre Novais : ” Parem de nos martelar com a ideia  de que fazendo na Praia  está-se a beneficiar todo o país”

O Deputado Nacional do PAICV pelo círculo eleitoral de São Vicente utilizou as redes sociais para criticar a anunciada construção da Cidade Desportiva pelo Primeiro-ministro José Maria Neves, nas vésperas das eleições legislativas de 2016.

Alexandre Novais é o único Deputado do PAICV a pronunciar-se sobre o projecto da Cidade Desportiva e questiona o Director Geral Gerson Melo quando este diz que o que se está a pensar para a Praia já existe em São Vicente.

Apela para que se pare de “nos martelar com o facto de que fazendo na Praia e tão-somente na Praia está-se a beneficiar todo o país. Está-se sim a desconstruir este país arquipelágico, plural e multicultural que é Cabo Verde”.

Alexandre Novais defende a mesma lógica de muitos mindelenses, que o Governo deve investir em todas as ilhas e não apenas centralizar.

Em reacção à entrevista com Gerson Melo sobre a Cidade Desportiva, Novais defende que ao invés de gastar um “balúrdio” num só local, numa Cidade Desportiva para a Praia, seria melhor se se investisse idealmente em três/quatro Pólos Desportivos Regionais com normas internacionais, construindo-se um em cada Região do País (Mindelo, Espargos, Praia e São Filipe) ou, pelo menos, “um na Região Norte e outro na Região Sul” de forma a concentrar o investimento unicamente em infra-estruturas Desportivas. “Que essas sim, estando junto/perto das populações e de todos os cidadãos, servirão o Desporto Nacional porque servirão todos os atletas deste País”.

Novais vê este investimento como servil da ilha de Santiago, possivelmente também da Região Sul do País e não do Desporto Nacional como querem deixar parecer. Isto porque, conforme explica, com os custos dos transportes, as dificuldades próprias a esses mesmos transportes e todos os outros custos associados, dizer que atletas de todo o País irão beneficiar efectivamente dessa infra-estrutura é um desrespeito à “nossa inteligência”.

Não esquecendo ainda a parte da manutenção, este Deputado do PAICV do círculo eleitoral de São Vicente, afirma que a gestão destas infra-estruturas irá ser por si só um desafio na qual necessariamente a planificação tem de ser pensada antes e não depois de construídas.

“Já temos problemas de manutenção do actual Estádio Nacional, imaginem uma Cidade Desportiva”, frisou.

Novais acredita que os Pólos Desportivos Regionais de dimensão menor e melhor adaptados à realidade nacional e que deveriam ser co-geridos pelo Governo e as Câmaras Municipais, satisfazem indiscutivelmente melhor as necessidades e as expectativas dos cidadãos cabo-verdianos.

“Haja discernimento, haja comprometimento com o esforço que todos os dias e por todo este País, atletas de todas as idades e de todos os cantos dedicam a elevar bem alto o nome de Cabo Verde. E a Região Norte, neste quesito, está longe de ficar para trás”, conclui assim no post.
(in Noticias do Norte)

5 comentários:

  1. Alexandre Novais : Apela para que se pare de “nos martelar com o facto de que fazendo na Praia e tão-somente na Praia está-se a beneficiar todo o país. Está-se sim a desconstruir este país arquipelágico, plural e multicultural que é Cabo Verde”.
    Estamos fartos de ser martelados que CV começa e acaba em Santiago e a sua capital Praia, o auto-proclamado berço da nação.
    Há vários anos que o grupo que constituiu o núcleo duro da Regionalização vem dizendo isto. Existe uma ausência total de visão de estado da parte do actual poder e da elite pluri-partidária que suporta este regime e estado de coisas.
    Perante o cenário de um país concentrado numa ilha e numa cidade, transformando o resto do arquipélago em paisagem, é imperativo que essas vozes se juntem a nós para forçar o sistema a encontrar outras vias para o desenvolvimento de CV. O caminho já está indicado, é a Regionalização federativa.
    A bola agora está no campo do sistema

    ResponderEliminar
  2. Parece inté brincadêra de "minino"... Só falta o TGV -- Praia - Santa Catarina!
    ---
    Boas Festas Senhor Primêro.

    ResponderEliminar
  3. Que apareçam mais mindelenses e noroestinos a denunciar os desmandos da Praia. Que não se fiquem por aí e que usem os instrumentos de luta que forem necessários para travar a insidiosa injustiça que vem sendo praticada pela Praia e seus acólitos, alguns deles noroestinos.

    ResponderEliminar
  4. Quem tarde chega sempre chega mas é pena não ter o Deputado aparecido mais cedo. O vírus da injustiça se desenvolveu criou metàstase e agora é mais dificil combatê-lo mas, o importante é a constância: "on peut toujours se relever, il vaut toujours la peine de repartir de zéro, mille et une fois et aussi longtemps qu'on est en vie" Ê hora de terminar com a apologia partidária e se meter na defesa da Justiça.

    ResponderEliminar
  5. Para o PAICV e História de Cabo Verde, começou em 1974... Não há volta a dar!

    ResponderEliminar