quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

[8792} - GROSSERIA...

O ex-reverendo Edgar Silva, "paisano" desde 1997 é, como todo o mundo sabe, candidato nomeado pelo Partido Comunista Português às eleições de Janeiro de 2016, para a Presidência da República...
Homem habituado ao púlpito, ou  não fosse ele
mestre em Teologia, entre outras e católicas qualificações canónicas, dificilmente, ao ouvi-lo, alguém diria que já foi padre e, certamente, disse missas cumprindo os rituais da sua religião, naquele tom pacífico e conciliatório que é apanágio desse ritual católico...
É que, na realidade, este ex-padre que rejeitou as prebendas do seu ministério eclesiástico pela visibilidade da política activa é um orador tonitruante, acusador, ríspido que, infelizmente, por vezes desce aos domínios da grosseria quando, por exemplo, ao referir-se ao actual Presidente da República lhe chama "aquela múmia que está em Belém"...
Creio que é infeliz - no mínimo - um candidato à presidência de um país, se referir em tais termos à personalidade que pretende substituir e para cujo cargo foi guindado pela maioria do eleitorado...
Questões de princípios, de personalidade, ou de falta de chá?!

1 comentário:

  1. Com os camaradas é tudo ou nada. Ou vai ou racha. Aqui é vai e racha.
    Que Deus o ajude nessa outra missão. Amén !!!

    ResponderEliminar