sábado, 16 de janeiro de 2016

[8815] - TRAVADINHA...

COMO, DECERTO, JÁ REPARARAM, A NOSSA MUSICA DE FUNDO JÁ MUDOU E, DEPOIS DE LUÍS MORAIS, QUE NOS ACOMPANHOU DURANTE A ÉPOCA FESTIVA DO NATAL E DO FIM-DO-ANO, AGORA, TEMOS TRAVADINHA E A MORNA
FEITICEIRA DE COR MORENA...
ESPERO QUE APRECIEM...



TRAVADINHA - (Antonio Vicente Lopes) um em dos maiores músicos autodidactas de Cabo Verde, nasceu na Janela, Santo Antão e, aos 9 anos, já tocava nos bailes da sua ilha materna...Mas, foi  só nos seus 40 que alcançou a fama quando, em 1980, efectuou uma "tournée" por Portugal...Foi, também, um exímio executante de viola (12 cordas), cavaquinho e violão...Faleceu em 1987, no auge da sua carreira!

3 comentários:

  1. Reitero o meu comentário do post anterior: Bem vindo, Travadinha! Que fiques aqui por muito tempo a levitar-nos entre o céu e as nossas ilhas.

    ResponderEliminar
  2. É pena que estas gravações do Travadinha apenas tenham uma música, cada uma e, por outro lado, a qualidade técnica não ser a melhor...Mas não quis deixar de aqui o colocar por reconhecer que se trata de um executante que, se tivesse tido a oportunidade e os meios para tal, teria decerto sido um musica de fama mundial...Por outro lado, a morna é belíssima!

    ResponderEliminar

  3. Bravo, Zito. Para os que apreciam a originalidade das obras, queremo-las e estou certo que o Adriano apreciou, como eu a actuação.
    As gravações de Travadinha, mesmo em condições muito precárias, impressionaram até o grande violinista Ivry Gitlis (93 anos) que o procurou e com quem registou alguns momentos musicais.
    Muito devemos ao nosso músico pelo facto de ter saído da gaveta a morna (letra e música) de Djack de Carmo - Flor Formosa - gravada pelo conjunto de italiano de Marcello Fera.
    Ver:
    https://youtu.be/80_7nJMCbqU

    ResponderEliminar