sábado, 16 de janeiro de 2016

[8821] - OS NOVOS LUSÍADAS...


As sarnas de barões todos inchados
Eleitos pela plebe lusitana
Que agora se encontram instalados
Fazendo o que lhes dá na real gana
Nos seus poleiros bem engalanados,
Mais do que permite a decência humana,
Olvidam-se do quanto proclamaram
Em campanhas com que nos enganaram!


E também as jogadas habilidosas
Daqueles tais que foram dilatando
Contas bancárias ignominiosas,
Do Minho ao Algarve tudo devastando,
Guardam para si as coisas valiosas
Desprezam quem de fome vai chorando!
Gritando levarei, se tiver arte,
Esta falta de vergonha a toda a parte!


Falem da crise grega todo o ano!
E das aflições que à Europa deram;
Calem-se aqueles que por engano
Votaram no refugo que elegeram!
Que a mim mete-me nojo o peito ufano
De crápulas que só enriqueceram
Com a prática de trafulhice tanta
Que andarem à solta só me espanta.


E vós, ninfas do Coura onde eu nado
Por quem sempre senti carinho ardente
Não me deixeis agora abandonado
E concedei engenho à minha mente,
De modo a que possa, convosco ao lado,
Desmascarar de forma eloquente
Aqueles que já têm no seu gene
A besta horrível do poder perene!

(Luiz Vaz Sem Tostões)

Autor desconhecido.
Colab. Tuta Azevedo


14 comentários:

  1. Será mesmo genético, como o poeta canta? Ou será que só nos sabemos comportar sob a lei do chicote e da vigilância de um "big-brother"? Por vezes, sinto-me confuso com as maneiras desta minha gente...

    ResponderEliminar
  2. Bem achado este texto "furado" sobre o começo do grande e imenso poema épico de Camões.
    O humor, adjuvado pela sátira é uma "arma" poderosa...

    Abraços
    Ondina

    ResponderEliminar
  3. Quando tudo està pior ir é melhor (mas não é a solução)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nãaooo !!!
      Quando tudo està pior RIR é melhor.
      (Embora não seja a solução)

      Eliminar
  4. Ainda ontem, revi um desses programas do Hermano saraiva sobre a História de Portugal, e o tema veio à baila. No treinado de D. João V, Portugal era o país mais rico da Europa graças às muitas toneladas de ouro vindas do Brasil. Mas tudo se espatifou, tudo se esfumou. Passou-se a importar tudo pagando com ouro, acabando com o sistema produtivo nacional, com isso comprometendo-se o futuro. Como disse o historiador, a corrupção atingiu uma dimensão impressionante. Foi-se o ouro, o país ficou pobre de tudo, mas campeão da corrupção, maleita que ficou irremediavelmente incrustada na alma nacional. Com as especiarias da Índia, aconteceu mais ou menos o mesmo. E a expulsão dos judeus contribuiu imenso para a nossa má sina, pois eles entendiam de negócios, tinham influências ramificadas por toda a parte, e não brincavam em serviço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem dito, por Saraiva & Lima. Enfim, somos assim...

      Braça desesperada com a nossa alma,
      Djack

      Eliminar
    2. Ou, no nosso crioulo, "Bem dzide!"

      Braça zarolha,
      Djack

      Eliminar
  5. Então agora que o Toshiba está a trabalhar a todo o vapor, o maquinista abandonou a locomotiva? O povo pede posts, as massas protestam, está prestes uma sublevação de famintos de atum. Foi por estas e por outras que a Rússia se tornou soviética...

    Braça à espera,
    Djack

    ResponderEliminar
  6. O MAQUINISTA "SOFRE" DA PREGUIÇA A QUE OS SEUS QUASE 82 ANOS LHE DÃO DIREITO...É PRECISO GANHAR BALANÇO, DE NOVO...
    Braça, lento
    Zito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mentira, pura mentira, o dono do Ac'A tem apenas 28.

      Eliminar
  7. Notícia de última hora, na TVI: "Povo de Queluz e de outras partes do país e de outras origens, bem como muitos cabo-verdianos da diáspora, manifestam-se frente à sede do Arrozcatum, entoando sem parar o famoso slogan: We want tuna & rice, we want tuna & rice, we want tuna & rice. Polícia tenta dispersar os manifestantes mas continuam a chegar autocarros carregados de toda a península ibérica e do resto da Europa. Alguns candidatos, sem clientes nos comícios, já começam a ver no local uma possiblidade de divulgação da sua propaganda."

    ResponderEliminar
  8. JÁ SAIU UM, HÁ BOCADINHO E JURO QUE NÃO ANDA POR AQUI NINGUEM AOS GRITOS EM INGLÊS...POR VEZES, ESCUTA-SE UM OU OUTRO...MAS EM CRIOULO!
    Braça de roupão,
    Zito

    ResponderEliminar