terça-feira, 7 de junho de 2016

[9295] - MERITOCRACIA OU "JOBS FOR THE BOYS"?!

"As mudanças de chefias em vários institutos e organismos do Estado estão a ser feitas com rigor, seriedade, em defesa do interesse nacional". Quem o diz é o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, dos Assuntos Parlamentares e do Desporto. Fernando Elísio Freire reage assim às declarações da presidente e de outros dirigentes do PAICV que acusam o MpD de estar a nomear dirigentes, amigos e simpatizantes do partido para ocupar cargos de chefia na administração do Estado.

Fernando Elísio Freire garante que o governo está empenhado em colocar nas instituições da República pessoas com qualidade e mérito, que permitam o cumprimento do programa do executivo liderado por Ulisses Correia e Silva.
“Todos sabem que nos últimos 15 anos houve casos claros de partidarização e nós sabemos também que as instituições da República, para prestarem um serviço de qualidade, têm que ter à sua frente pessoas com qualidade técnica e mérito. Porque se formos politizar, de certeza que os serviços não cumprirão o seu papel”, explica à Rádio Morabeza. 
Elísio Freire reitera que as nomeações não são feitas com base em cores partidárias.
“Podemos pôr pessoas do MpD, do PAICV ou da UCID. Têm é que ter qualidade, competência técnica e mérito para estarem nos lugares”, acrescenta.
O Governo nomeou, na semana passada, novas chefias para vários institutos e organismos do Estado. As alterações foram publicadas no Boletim Oficial de quinta-feira. (Expresso das Ilhas)

3 comentários:

  1. Governo de Cabo Verde justifica mudanças nas chefias da administração pública com defesa do interesse nacional.
    http://www.expressodasilhas.sapo.cv/…/48927-governo-reitera…
    Elísio Freire reitera que as nomeações não são feitas com base em cores partidárias.
    “Podemos pôr pessoas do MpD, do PAICV ou da UCID. Têm é que ter qualidade, competência técnica e mérito para estarem nos lugares”, acrescenta.
    //////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
    Great!!! Gostei desta afirmação, que era tida como subversiva há apenas 6 meses!!!
    Bom os militantes políticos que vierem a ocupar cargos no Estado têm que despir a camisola da equipa partidária. O Estado tem que ser transparente e de todos, sem exclusividade. Tirando Ministros e Secretários de Estado não há necessidade de filiação partidária do Partido do Governo,.
    Porque carga de água é que um director de um Hospital tem que ser da confiança do governo quando a gestão um hospital é uma tarefa iminentemente técnica e exige competências específicas?!! O contrário é altamente perigoso e leva a alienação da sociedade!!
    A ser verdade Cabo Verde dará um passo de gigante para a entrada na verdadeira Sociedade da Nações Civilizadas, algo que já vem com 40 anos de atrazo, mas nunca é tarde!!
    Mas isto tudo tem que ser fiscalizado pela Sociedade Civil e Opinião Pública. Pois o Inferno está cheio de boas intenções, pois o cidadão comum, já escaldado de tantas boas intenções, tem a percepção que a Política virou a arte da Prestidigitação, em que o Parece Nem Sempre É. Para além disso os Políticos apostam na Memória Curta das pessoas!!!
    É tempo de confinar os Partidos ao seu reduto e á excelência da Política, a arte de governar a Polis. Atirar para fora, para o esgoto, os 40 anos da Partidarização da sociedade caboverdiana, para que voltemos ao convívio são, fraterno e humano. que era CV antes da invasão do Partidismo.
    Não sou contra os Partidos, pois estes são indispensáveis para governar os países em regime democrático. Agora sou contra a Esquizofrenia Partidária, uma das múltiplas doenças que caracterizam CV de 2016, que não tem paralelo nenhum na maioria dos países ditos democráticos. Se o MPD curar o país desta doença cancerígena, diremos que terá valido a pena a sua vitória!!!
    JOSÉ FORTES LOPES

    ResponderEliminar
  2. Penso que se isto for mesmo avante será dada uma importante lição de ética política ao PAICV. Não se esqueça também de que este governo baixou consideravelmente os chorudos ordenados que se praticavam nas chefias das empresas públicas.

    ResponderEliminar
  3. NÃO SE TRATA DE IRONIA OU CEPTICISMO POIS ACREDITAMOS PIAMENTE NESTA NOVA GERAÇÃO DE POLÍTICOS CABOVERDIANOS INCARNADOS PELO MPD NO PODER DESDE MARÇO DE 2016, COM O SEU ÍMPETO DE MUDAR!!
    AMIGOS, DAMOS 'RENDEZ-VOUS' A DAQUI A 5 ANOS, SE ESTIVERMOS VIVOS. OU SE DEUS ASSIMO QUIZER, PARA FAZER O BALANÇO..

    ResponderEliminar