sábado, 11 de junho de 2016

[9308] - HABITAÇÃO SOCIAL PARA S. VICENTE...

O primeiro-ministro anunciou, esta sexta-feira, no Mindelo, que o governo vai cofinanciar um programa de construção de habitações em São Vicente para “reduzir significativamente” as casas de tambor. O programa vai contar com o apoio da autarquia.

Ulisses Correia e Silva conversou com o edil, Augusto Neves, sobre este programa do executivo, considerando-o uma das prioridades para a ilha do monte cara. O anúncio surgiu durante a visita de dois dias que o primeiro-ministro está a efetuar a São Vicente.

A deslocação de Ulisses, que termina hoje, destina-se a “reafirmar compromissos” assumidos durante a campanha eleitoral para as eleições de 20 de março e estabelecer uma “forte parceria” com a câmara municipal, começando com este programa a ser executado durante esta legislatura, priorizando uma “habitação condigna” para famílias que vivem em situação de pobreza.

O primeiro-ministro falava de “zonas com grande proliferação de casas de tambor”, onde o governo pretende, “nos próximos cinco anos”, trabalhar para que “haja uma redução significativa desse tipo de habitação” e “construir casas com mais qualidade”, sublinhou Ulisses Correia e Silva.

O compromisso assumido pelo primeiro-ministro para com Augusto Neves e os mindelenses vai no sentido de ajudar a autarquia a efetuar a reconfiguração urbana do Mindelo, para que se registem “ganhos evidentes” que tornem a cidade “mais bonita e atrativa”, para “viver, visitar e investir”, gerando emprego e desenvolvimento da economia.

Redação | com Inforpress (Cabo Verde Direto)

1 comentário:

  1. Será preferível esta abordagem ao Programa Casa para Todos, cujos moradores destas favelas nunca 'atingiriam'

    ResponderEliminar