segunda-feira, 13 de junho de 2016

[9316] - HUMOR FABULÁSTICO...

Deambulando pela Net, encontrei um sítio muito interessante que explica com pormenor o conteúdo moral das célebres fábulas de Esopo, o tal escravo contador de histórias, que viveu em 620/560 a.C.
O sítio, inclui uma série de comentários e um deles é tão infeliz que não resisto a vir aqui reproduzi-lo, para gáudio dos nossos visitantes...
É uma curta frase de uma senhora (?) com o pomposo nome de Sara Yasmin Zuqui de Mendonça Thomazini, e reza assim:
"AMO SUAS FÁBULA, ESOPO, CONTINUE ESCREVENDO!"
Claro que não consta que Esopo tenha tomado conhecimento, uma vez que, coitado, já morreu há 2.566 anos, como se sabe!

3 comentários:

  1. O mais certo é a dama "continuar escrevendo" o mesmo do Jorge Amado e do Carlos Drummond de Andrade, para não falar do Manuel Bandeira e do Vinícius...

    Braça com desgraça,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Sobre o Esopo, o Val enviou um powerpoint que, baseando-se na actual situação da Europa (invasão de refugiados muçulmanos), conta a fábula da mulher que, piedosamente, acolheu uma cobra e a recompensa foi ter sido picada por ela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O powerpoint foi enviado a todos os amigos, especialmente os que se interessam pela evolução do assunto ali versado.

      Eliminar