domingo, 30 de outubro de 2016

[9857] - CATCHÔR DI DÔS PÊ...

".....desde o ano passado, há duas Escolas em Chã de Cemitério que vêm ensinado aos alunos o Alupek como sendo, no falar do doutrinador-mor "Marsinu", o nosso "Lingu Maternu"... Este fundamentalista, lá do alto da sua arrogância, apelida os que se opõem a esta estupidez, de Catchor de 2 pés, e outros epítetos muito em voga no período que antecedeu a independência...."

(Respingado de uma crónica de Eduardo Monteiro)

1 comentário:

  1. Muito mau, muito mau, Eduardo Monteiro. Num outro lugar e circunstância, dei conta do meu desgosto por ver que a "Praia" não desiste de exercer a sua ditadura sobre as outras ilhas. Exerce-a de toda a forma e em todos os sentidos. Para mim, esta imposição do ALUPEC poderá ser o fermento para a revolta cívica que é necessária para a afirmação da dignidade cultural das ilhas do Noroeste.

    ResponderEliminar