domingo, 8 de julho de 2018

[10074] - MUNDIAL DE FUTEBOL RÚSSIA - MEIAS FINAIS

Neymar - Acabou por passar ao lado de um grande Mundial. 


Porta aviões ao fundo!


Caiu mais um dos grandes favoritos, o Brasil. Embora praticando um futebol de grande qualidade, faltou baliza aos canarinhos, e quando falo de baliza, é da adversária. Numa equipa onde o ponta de lança, faz todos os jogos e não marca qualquer golo… fica difícil!

Por outro, lado a Bélgica montou um sistema tático irrepreensível e muito inteligente, fixando Hazard e Lukaku nas pontas, junto à linha de meio-campo, que prenderam sempre 3 elementos da seleção do Brasil, brilhante!!! Depois teve uma transição atacante venenosa e vertiginosa, com um De Bruyne a comandar as tropas. Pecou somente o selecionado belga na segunda parte, por falhar a definição do último passe, de outra forma, teria sentenciado a partida mais cedo.
Quanto ao Brasil, tentou de tudo, é verdade, mas não houve acerto no último momento, e quando era preciso aparecerem, a verdade é que as estrelas se apagaram, e além do mais, no futebol é necessário concretizar!

A Europa ficou assim com e exclusividade das meias finais do torneio. E ficam três das equipas mais consistentes deste campeonato do mundo, e que melhor futebol têm praticado: França, Bélgica e Croácia, embora esta última, pareça já presa por arames!!!

FRANÇA-BÉLGICA
Grande partida em perspetiva, naquela que seria provavelmente a final mais “justa”. Os franceses e os belgas, chegam a esta meia-final com um registo de vitórias em todos os jogos efetuados, e diga-se que de forma clara e justa!

Torna-se quase impossível fazer um prognóstico para esta contenda, tal o equilíbrio entre os dois conjuntos. Pela maior constância e inteligência tática, para além da tremenda qualidade demonstrada em todo o torneio, vou arriscar uma ligeira vantagem belga.

CROÁCIA – INGLATERRA
Este “lado” da grelha, propiciou, e não acho que apenas teoricamente, uma campanha menos exigente. A Croácia eliminou uma Rússia, que apesar de tudo, acaba por surpreender, pela persistência em fazer a vida difícil aos seus adversários, a Espanha que o diga. Mas não dá para abusar da lotaria dos penaltis… um dia a “sorte” muda!

Os ingleses, não tiveram ainda uma partida a sério, frente a uma seleção de 1ª linha (a derrota com a Bélgica na fase de grupos, não entra para estas contas). Parece-me uma equipa curta e com algum déficit de criatividade. Seria de esperar que neste particular os croatas fizessem a diferença, o que pode bem acontecer, porque têm uma equipa, com mais talentos, o pior é que parecem já bastante desgastados e com dois prolongamentos a mais. Parece pouco? são só mais 60 minutos nas pernas, que poderão ditar uma balança mais inclinada para os súbditos de sua majestade.
Muito equilíbrio! a condição física vai decidir!



Sem comentários:

Enviar um comentário