quinta-feira, 28 de agosto de 2014

[7325] - PRESERVAR A HISTÓRIA...


Anda por aí uma petição pública pela preservação dos "brasões florais" da  Praça do Império, nos seguintes termos:

"A Câmara Municipal de Lisboa tem como projecto, já em fase de lançamento concursal, reabilitar o jardim da Praça do Império, excluindo dessa intervenção alguns brasões por, alegadamente, serem "simbolos do colonialismo", segundo o Senhor Vereador José Sá Fernandes. 
Os signatários vêm, por este meio, manifestar a sua total oposição a esta iniciativa da CML, visto ser uma atitude de branqueamento da história, de alteração do património cultural de Lisboa e do País, apenas por questões ideológicas, tentando apagar parte do que foi o legado histórico comum, bem como destruindo um dos últimos redutos da Exposição do Mundo Português de 1940. 
Peticionam a CML no sentido de colocar um fim a este procedimento e iniciar um outro que leve à reabilitação dos brasões, respeitando a sua imagem e configuração original. 
Esta petição será apresentada na Assembleia de Freguesia de Belém, numa proposta com o mesmo conteúdo, que será enviada, depois de aprovada no final de Setembro, enviada à Câmara Municipal de Lisboa e à Assembleia Municipal."

4 comentários:

  1. Pela mesma lógica camaria:

    Derrubar o monumento das descobertas.. Afinal foram os "marujos" os causadores do "brasonado"!

    ResponderEliminar
  2. O brasão floral é pura e simplesmente lindo pelo que deveria ser preservado

    ResponderEliminar
  3. Que vejam como os angolanos preservaram muito do passado da presença portuguesa. É absurdo conspurcar a História com arrotos políticos.

    ResponderEliminar