domingo, 28 de setembro de 2014

[7466] - OS VELHOS...DO RATO!


Quando estas palavras estão a ser escritas, ainda faltam algumas horas para encerrarem as urnas dessa coisa a que chamam "Eleições Primárias", uma bizarria inaugurada pelos socialistas que mais parece, em termos futebolisticos, uma alteração das regras a meio do jogo, para beneficiar a equipa da casa...
Como ouvi ontem um dos milhões de comentadores políticos deste país dizer na TV, com esta mascarada carnalavesca com direito a campanhas, comícios, jantaradas para milhares de famintos e bate-papos muito pouco civilizados nas Televisões, o que Costa e Seguro conseguiram foi que os não gostavam muito deles os passassem a desprezar e os que ainda os suportavam a retirá-los dos seus baralhos de opções...
E não deixa de ser significativo que a quarta-idade do partido se tenha aquartelado à sombra do Costa, que conta com um séquito de "Velhos do Restelo...digo, do Rato", digno de uma cerimónia da abertura do Parlamento Britânico...
Desta procissão de matusaléns destacam-se Soares e Alegre, dois vencidos pelos votos populares que até hoje não conseguem disfarçar a azia que a recusa lhes provocou e cujos discursos denunciam que para eles - e alguns dos restantes - já não existem adversários políticos mas sim, inimigos a abater, o que é grave e democraticamente indigno!
É uma pena, se não perderem ambos...outra vez!

1 comentário:

  1. Sempre gostei dos palhaços que nos fazem rir mas tanto là em Portugal como cà, estamos tramados com os eles. Por cà o chefe vai governando so com uns 30% de simpatia e (hoje) o seu partido perdeu a liderança no Senado onde até entrou a extrema direita (Front National) com dois senadores
    Penso que a sorte desses chefes é não haver o "impeachment"
    Os palhaços comem o dinheiro (até o dos mais pobres que não pagavam os impostos) e o espectàculo que fazem não faz rir... e a "geral" não pode mandar ovos podres.

    ResponderEliminar