quinta-feira, 23 de outubro de 2014

[7561] - A VOZ DA RAZÃO...


"Desobediência civil não é o nosso problema. O nosso problema é a obediência civil. O nosso problema é que pessoas por todo o mundo têm obedecido às ordens de líderes e milhões têm morrido por causa dessa obediência. O nosso problema é que as pessoas são obedientes por todo o mundo face à pobreza, fome, estupidez, guerra e crueldade. O nosso problema é que as pessoas são obedientes enquanto as cadeias se enchem de pequenos ladrões e os grandes ladrões governam o país.
É esse o nosso problema!" (Ramalho Enes)

Agradec. a Valdemar Pereira

  RAMALHO EANES

6 comentários:

  1. O GENERAL RAMALHO EANES É ÚNICO E MUITO EXEMPLAR. FOI PRESIDENTE DA REPÚBLICA E O ORDENADO ANUAL QUE LHE PAGAVAM NÃO CHEGAVA PARA AS DESPESAS DA REPÚBLICA, PELO QUE PAGAVA DO SEU BOLSO O QUE FALTAVA.

    TIROU UM CURSO SUPERIOR E FÊZ DOUTORAMENTO. MILITAR DISTINTO QUE RECUSOU DINHEIRO QUE LHE QUISERAM PAGAR QUASE A TÍTULO DE GORGETA, SENDO QUE OS OUTROS EX-PRESIDENTES GANHAM 6 A 8 VEZES MAIS. E COISA ESTRANHA! HÁ PRAÍ UNS MANDATÁRIOS QUE ASSINAM DOCUMENTOS EM VÁRIA EMPRESAS E GANHAM DUAS VEZES MAIS QUE O PRESIDENTE OBAMA
    E. O.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num pais onde onde muitos incapazes, ou diplomados de fim de semana, procuram padrinhos para cunhas e correm atrás de tachos ou postos cada vez mais altos e mais remunerados, o General recusou - simplesmente - a elevação(promoção?) a Marechal.
      Quantos militares tiveram o mesmo gesto? Que eu saiba só o General Marshall, o do célebre Plano pôs-Guerra.
      Este Homem é o orgulho da Nação Portuguesa e um exemplo a seguir.
      M. S.

      Eliminar
  2. Tudo isto porque, infelizmente, a honestidade não se aprende: é um dom nato!

    ResponderEliminar
  3. O general Eanes é daqueles portugueses de que a Pátria precisa para dar um pontapé na maldita sina de não conseguirmos organizar convenientemente a coisa pública. Seriam precisos mais alguns da sua estirpe, mas onde estão eles? Homem sério, íntegro e vertical como há poucos!

    ResponderEliminar