domingo, 23 de novembro de 2014

[7655] - VULCÃO DO FOGO ACORDA, DE NOVO...

Foto TACV

"A erupção vulcânica iniciada às últimas horas de sábado na ilha cabo-verdiana do Fogo era previsível, pois o vulcão já dava sinais disso há algum tempo", afirmou hoje o vulcanólogo que coordenou as operações em 1995.

Mota Gomes, o "decano" dos especialistas cabo-verdianos em vulcanologia, adiantou que a atividade vulcânica das últimas semanas dava indicações de que "mais tarde ou mais cedo" seria possível uma erupção, embora este tipo de fenómenos seja sempre imprevisível.

O especialista, que tem acompanhado a atividade vulcânica desde 1995, não indicou, porém, porque não alertou as autoridades competentes.

A última erupção do vulcão na ilha do Fogo ocorreu a 02 de abril de 1995, e teve a duração de um mês, destruindo centenas de casas e de culturas, mas sem provocar vítimas mortais.

Fonte do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) cabo-verdiano indicou que a boca do vulcão "é afinal só uma", de onde a lava está a deslocar-se de forma "lenta" aparentemente pela zona sul da ilha.

Segundo a Rádio Nacional de Cabo Verde (RCV), os cerca de mil habitantes de Chã das Caldeiras, onde se situa a base do vulcão e considerada Parque Natural, estão já a abandonar a localidade, havendo "comboios" de viaturas apinhados, mas sem qualquer incidente ou pânico.

Preocupação das autoridades sanitárias e da proteção civil de Cabo Verde é também a nuvem de enxofre que entretanto se acumulou na zona de Chã das Caldeiras, o que tem provocado uma "chuva miudinha", "típica" deste tipo de fenómenos naturais e que pode provocar problemas respiratórios e criar mais um constrangimento.

A nova cratera, de onde está a sair a corrente de lava, situa-se na zona do Pico Novo, a poucas dezenas de metros onde decorreu a erupção de 1995, a pouco mais de dois quilómetros do pico do vulcão principal da ilha, cujo ponto mais alto atinge 2.829 metros. (in Dnotícias)

Foto DR


2 comentários:

  1. .

    Segundo noticias recentes a situação se agrava o que nos causa angùstia, mesmo estando longe, sabendo as dificuldades por que passam os nossos irmãos da ilha do Fogo.
    Façamos votos que o vulcão abrande os seus impetos parando de vez.

    .

    .

    ResponderEliminar
  2. Tenho visto imagens que fazem lembrar 1951...Infelizmente, parece que a erupção, pela violência que apresenta não vai ser de curta duração mas oxalá que os vulcanólogos estejam enganados...

    ResponderEliminar