sábado, 16 de maio de 2015

[8154] - MORREU O "MISTER HIKMA"...

 Quando, muitos anos atrás, a família Darwazah se viu forçada abandonar a sua Palestina natal, para se refugiar no Reino da Jordânia, o jóvem Samih nem se atreveria a sonhar que um dia, de aí a muito tempo, ele morreria em Londres, aos 84 anos, depois de ter erguido um império...
Este excepcional empreendedor, Doutor em Farmácia, que chegou a ser Ministro do Governo Jordano, fundou, em 1974 a HIKMA, marca que haveria de ter uma expansão tentacular, do Oriente à Alemanha e, desde 1989, em Portugal, num empreendimento que já conheceu diversas ampliações e emprega, no momento, para cima de 400 funcionários, quase todos portugueses...Entre eles, encontra-se a minha filha Paula, há 22 anos, quando a Hikma apenas contava com 25 empregados - ela é a Nº 26...
Tem sido através dos relatos que ela me foi fazendo ao longo do tempo, sobre o seu relacionamento com o Dr. Samih T. Darwazah que comecei a admirar o homem, o gestor, o pai...Porque, na realidade, este homem foi uma pessoa de extraordinária estatura moral e cívica e senhor de um humanismo dificil - eu diria impossivel - de encontrar no seio da selva capitalista ou no meio do desumanizado mundo das multinacionais...Trabalhador incansável, empreendedor experiente e perspicaz, casado e pai de dois casais de filhos era um acérrimo defensor do "espírito da família" e, ano após ano, tinha sempre conseguido reunir toda a sua família - esposa, filhos, netos, genros e noras - numa região de Itália, pais que muito admirava...A ultima, foi em Julho do ano passado...
Para além da imensa obra implantada que deixa, ainda teve tempo para escrever dois livros - "Building a Global Success", a sua biografia e a história da criação e crescimento da Hikma, e "Lessons to Grow a Billion-Dollar Company", que tem o subtítulo sugestivo: "Mixing Family & Business"...Aliás, esta ultima obra, que contém uma tocante dedicatória à esposa e às filhas, insere, antes, uma outra que, de forma muito clara e não menos significativa, coloca o seu autor a um nivel extraordináriamente elevado no conceito que sobre ele possam fazer quantos o conheceram e admiraram: "For my big family of employees who helped me built Hikma"...
Este homem provou que um grande magnata da industria e do capital pode ser um pessoa simples, sensata, coerente, reconhecedora do mérito dos seus colaboradores e deles cuidar como seus familiares...Enfim, um homem bom!
Faleceu ontem ao meio-dia, em Londres...Será sepultado, amanhã, em Amã, na Jordania...
Paz à alma de um ser singular!


Sem comentários:

Enviar um comentário