segunda-feira, 22 de junho de 2015

[8244] - C O N V I T E ...


CONVITE

No quadro das comemorações do 40º Aniversário da Independência de Cabo Verde e das actividades da Primeira Fase do seu Ciclo de Conferências sobre a História de Cabo Verde intitulado “Es Dez Grãozinhos di Terra: Cabo Verde do Descobrimento à Independência”, a Associação Caboverdeana de Lisboa (ACV) tem a honra e o prazer de o (a) convidar para assistir às seguintes conferências subordinadas ao tema Estruturação Social/Crises:

- Marcos Estruturantes do Percurso Histórico da Sociedade Cabo-Verdiana a ser proferida pelo Doutor Daniel Pereira (Historiador e Diplomata)

- A Teimosa Odisseia de Povoar Cabo Verde: Migrações, Secas e Conflitos Fundiários História, com o Doutor António Leão Correia e Silva (Sociólogo, Historiador e Ministro da Ciência e do Ensino Superior de Cabo Verde).

A sessão terá lugar a partir das 18,30 h do próximo dia 23 de Junho (Terça-Feira) nas instalações da ACV, sitas na Rua Duque de Palmela, nº2, 8º andar (ao Marquês de Pombal, Lisboa).

Informa-se ainda que, durante a sessão, estará patente uma mostra-venda do Livro sobre a História de Cabo Verde.

Saudações cordiais

Apoios: RDP- ÁFRICA,PLATAFORMA DE ASSOCIAÇÕES CABO-VERDIANAS PARA AS COMEMORAÇÕES DO 40º ANIVERSÁRIO DA INDEPENDÊNCIA DE CABO VERDE, ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO DE CABO VERDE, CONGRESSO DOS QUADROS CABO - VERDIANOS NA DIÁSPORA, ASSOCIAÇÃO FINABRAVA E CICLO DE TERTÚLIAS CABO VERDE EM DEBATE.

4 comentários:

  1. Já recebi este convite na minha caixa de correio electrónico, nos últimos dias, umas 3783095 vezes...

    Braça extenuado,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Só desejo que as presenças justifiquem a proliferação dos convites, porque os assuntos bem o merecem...
    Braça convidativo,
    Zito

    ResponderEliminar
  3. Nada de grandes banquestes mas sim muitos debates reflexões e tertúlias sobre o futuro o progresso e o bem estar das populações. É isto que interessa

    ResponderEliminar
  4. É isso mesmo, José: debates, reflexões e tertúlias. Mas sem partidarismo.

    ResponderEliminar