quinta-feira, 3 de setembro de 2015

[8437] - PATRIMÓNIO HISTÓRICO...


FORTALEZA DE S. FILIPE - SANTIAGO

Enquanto o Fortim d'el Rei, em S.Vicente, se vai reduzindo a pó, dia após dia, este monumento histórico, às portas da capital, parece muito bem conservado, ilustrando uma ofensiva dualidade de critérios na política de defesa e conservação do património histórico cabo-verdiano!
(Fonte - Google)

6 comentários:

  1. EXEMPLO DE DOIS PESOS DUAS MEDIDADAS : A FORTALEZA DE S. FILIPE - SANTIAGO CONSERVADA E EM BOM ESTADO
    ///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
    ArrozCatum destacou hoje a FORTALEZA DE S. FILIPE - SANTIAGO com o seguinte comentário
    """Enquanto o Fortim d'el Rei, em S.Vicente, se vai reduzindo a pó, dia após dia, este monumento histórico, às portas da capital, a FORTALEZA DE S. FILIPE - SANTIAGO parece muito bem conservado, ilustrando uma dualidade de critérios na política de defesa e conservação do património histórico cabo-verdiano!"""
    Para mim o Estado de Cabo Verde tem dois pesos e duas medidas em relação ao Património construído em Cabo Verde.
    -Tudo o que estiver em Santiago é valorizado dando o máximo de exposição nacional e internacional onde concorrem diplomacias activas e milhões para a sua salvaguarda.
    -Tudo o que se encontra nas restantes das ilhas é abandonado à sua sorte (ou seja às câmaras incultas, desleixadas e falidas) e acabam em cascalho como presenciamos impotentes durantes anos para a Casa Adriana, o Fortim, O Eden Park o mesmo filme está a contecer com o prédio da ex- Administração. Os únicos patrimónios que até hoje foram valorizados foram a réplica da Torre de Belem e o Palácio dito do Povo, dada a sua visibilidade e o empenho de Portugal em não deixar ruir estes exemplares da sua presença recente, e lá vão sobrevivendo. Hoje são edifícios vistoso, autênticos ex-librix da cidade. O resto tal como Casa Adriana, o Fortim, O Eden Park o prédio da ex- Administração foram deixados ruir por incúria ignorância e desprezo pelo património. De resto há mesmo incentivo a especuladores para demolir na calada da noite.
    Por estas e outras razões muitos começam a perguntar, constatanto a realidade de política de Cabo Verde hoje, se afinal não foi a ilha de Santiago que tomou a sua independência em 1975 e tornámo-nos ilhas satélites?

    ResponderEliminar
  2. A Fortaleza de S. Filipe - Fica na Cidade Velha / Santiago

    Recuperada ( em boa parte ) pela Fundação Gulbenkian / faz parte do conjunto monumental / Património da Humanidade.

    ....

    ResponderEliminar
  3. Esta dualidade é chocante e é incompreensível, e só pode justificar-se por haver gente indigna a ocupar a cadeira do poder em Cabo Verde.

    ResponderEliminar
  4. Gente indigna a ocupar a cadeira do poder em Cabo Verde. Esta 'malta' indigna, que eu já classifico de incluta e ignorante, trepou pela jacv acima entrou nos partidos e apoderou-se de CV. Se a História do pós 25 de Abril e Independência tivesse sido outra, outros 'galos' cantariam !!

    ResponderEliminar
  5. Ê sumamente enervante a dualidade. Se o Fortim d'El Rey estivesse em qualquer recanto de Santiago jà tinha sido restaurado mas como està em S.Vicente nem aceitam doações para o seu restauro e vendem-no como sucata.
    Infelizmente não tivemos um Edil que se interessou convenientemente pelo Patrimônio e o resultado é o que se vê. Fazem como os fundamentalistas e mandam "tude pa tchom".

    ResponderEliminar
  6. "tude pa tchom"... Isso vai sair caro:

    Mindelo, está paulatinamente a tornar-se uma cidade feia e incaracterística...Passará a ser olhada pelos turistas ( para quem é pensada e dirigida a maior parte da " marmarragem "... como uma cidade sem qualquer interesse histórico/ paisagístico.--- Isto têm eles à porta de casa. e fogem dela como o diabo da cruz..
    Alguém, de bom senso, imagina :Cariocas e Paulistas a visitarem cidades como, por exemplo, Olinda e Ouro Preto, se um dia enveredarem pelo mesmo caminho?!!

    Parem enquanto é tempo!

    ResponderEliminar