quarta-feira, 30 de setembro de 2015

[8498] - POEIRA DO PASSADO...

Quando meus pais e meu irmão abandonaram Leiria, em 1942,  para se fixarem em Cabo Verde (Mindelo), tinha eu oito anos e andava na 2ª Classe, como naqueles tempos se chamava ao segundo ano do ensino primário...Pelo sim e pelo não, fui ficando em Portugal, em casa de meus avós paternos, até que fosse possível fazer a minha transferência para uma escola em S.Vicente...
Esta foto foi obtida no pátio do 2º andar do Nº 874 da Rua de Santa Catarina, no Porto e esta senhora redondinha era a minha avó Laura, mãe de meu pai, seu filho único...
Tenho dela uma memória serena e uma açucarada saudade dos lanches a que me costumava levar, na Pastelaria Cunha isto, apesar de, um dia, tendo escorregado não se sabe em quê, se agarrou a mim e me arrastou para o chão...Bati com a cara no empedrado e fiz um lanho no lábio superior, de que conservei uma cicatriz durante anos...Claro que ficou aflita e ía desmaiando ao ver-me de cara ensanguentada..
Por precaução quando, tempos depois, voltamos à Pastelaria, fizemos o  percurso pelo passeio do outro lado da rua...Minha avó Laura era, pelos vistos, supersticiosa...

Sem comentários:

Enviar um comentário