sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

[8950] - INESQUECIVEL...


DEVO ADIANTAR QUE NÃO HÁ, QUE EU SAIBA, NENHUM MOTIVO ESPECIAL PARA A PUBLICAÇÃO, HOJE, DESTA BELA ESTAMPA DE NHÕ ROQUE, PARA ALÉM DA MUITA AMIZADE QUE LHE DEDIQUEI E DA IMENSA ADMIRAÇÃO QUE CONTINUO A POR ELE NUTRIR...
E, DEPOIS, ELE APARECE, AQUI, TAL COMO O RECORDO E SEMPRE RECORDAREI: EXPRESSÃO UM TANTO TRISTE, QUIÇÁ AUSENTE, A FRONTE ALTA E NOBRE, FEIÇÕES VINCADAS DENUNCIANDO A TENACIDADE DO SEU ESPÍRITO, O OLHAR BAIXO, ENSIMESMADO, FERVILHANDO DOS DRAMAS QUE A SUA MENTE TECIA E A SUA VERBE DERRAMAVA, EM HISTÓRIAS PLASMADAS NA REALIDADE DO POVO HERÓICO NA SUA SOFRIDA SOBREVIVÊNCIA DAS LUTAS PERMANENTES PELO PÃO E PELA DIGNIDADE...
O INESQUECÍVEL NHÔ ROQUE, UM REFERENCIAL PROEMINENTE NOS MEANDROS DA MINHA E DA FORMAÇÃO DE MUITOS JÓVENS QUE GOZARAM O PRIVILÉGIO DA SUA PALAVRA...
ATÉ UM DIA, QUERIDO MESTRE!


4 comentários:

  1. O nhÔ Roque, inesquecível figura da nossa formação e do nosso meio, inspirava a todos os seus alunos um sentimento de carinho e admiração.

    ResponderEliminar
  2. Se nhô Roque soubesse que o pupilo Zito agora dava em escrever com letra microscópica para estragar a vista aos leitores, era logo falta de castigo e rua.

    Braça respeitosa (para nhô Roque, não para o pupilo),
    Djack

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já engrossei a letra com as minhas desculpas aos míopes...
      Braça com óculos
      Zito

      Eliminar
  3. Gentes de S. Vicente. No fim dos tempos, só nos resta pegar-nos a estas memórias. Não foi meu professor, mas lembro-me dele eu era criancinha. Era um filósofoso que dava impressão de viver noutro mundo o intemporal do espírito!!

    ResponderEliminar