terça-feira, 1 de março de 2016

[8967] - HOMENAGEM...


ESTARIA, AGORA, A COMPLETAR
70 ANOS...

5 comentários:

  1. Era ouvido todo o dia na sala que tem a segunda janela a contar do plurim d'pêxe no anexo da Torre de Belém. Era aí que, em cima de uma cómoda, estava o radio Telefunken que atirava para o ar mornas, coladeras e notícias saídas do RCM.

    Um braça radiofónico para o Zito,
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Ê evidente que acompanhei esta Ràdio desde que a criaram até sair mas as melhores lembranças tenho dos "Discos pedidos" na altura das minhas férias. Inolvidàveis !!!
    A criação do Pedro Afonso teve um grande sucesso.

    ResponderEliminar
  3. Só quem não conheceu S. Vicente desta épcoa não consegue imaginar a sua pujância cultural em torno destas das duas rádio charneiras Rádio Barlavento e Rádio Clube. Este último era muito mais virado para a juventude, dos tempos da música pop/rock, do desporto e da cultura. O Zito Azevedo comemora este dia no ArrozCatum por ser um dos heróis desta magnífica rádio tal como o inesquecível jornalista Evandro Matos.

    ResponderEliminar
  4. Lembrar o Radio Club Mindelo e o sacrificio de homens como o Sr. Aevedo,o técnico da radio, pai do Zito, do Evandro Matos e dos meus colegas, alguns já falecidos, é já uma grande homenagem.Foi no Radio Club que primeiramente gravaram o Bana, a Cesaria, o Jack Monteiro e tantos outros. Mesmo sob o olhar da censura conseguiamos ir ao fundo dos problemas culturais, sociais, desportivos e economicos da ilha e da sua cidade. Muitas vezes viajo no sonho e vejo o nosso pequeno estudio, os colegas e inclusivé os meninos do Zito que ali nasceram. Quem teria herdado dos arquivos do Radio Club Mindelo? Com esse material poderiamos reviver algumas paginas da historia da radio e da cidade do Mindelo. Fizemos historia. Mas o seu julgamento é implacavel.

    Luiz Silva

    ResponderEliminar
  5. Associo-me com emoção à memória sentida da nossa Rádio-Clube Mindelo.

    ResponderEliminar