terça-feira, 5 de abril de 2016

[9085] - POEIRA DOS TEMPOS...


Hoje, fui surpreendidos com este anuncio que o amigo Djack estampou no seu Blogue "Praia-de-Bote", publicado no jornal da época, em 1944, meses após a minha chegada ao Mindelo...Foi uma óptima surpresa pois, como se compreenderá, desconhecia, por completo, este anuncio; na altura, tinha eu cerca de 10 anos de idade e os negócios do meu pai passavam-me, obviamente, ao lado... Reproduzo-o aqui, com a devida vénia ao "esgrovetador", que o desencantou por entre o seu vastíssimo acervo de documentação sobre Cabo Verde, sobretudo, sobre S.Vicente.
Daqui vai um forte abraço ao amigo Djack e um complemento à sua descoberta com uma foto da altura, da Ourivesaria e Relojoaria Azevedo, à Rua Senador-Vera Cruz, em 1944...


5 comentários:

  1. Respostas
    1. ... sobretudo para quem viveu no tempo e no espaço.
      Era altura da Guerra e de imensas dificuldades mas essa Familia decidiu por viver em S.Vicente. Não tenho ideia de gente educada ser maltratada na ilha da Morabeza mas penso que, para a adaptação, muito contribui a presença de dois miudos que souberam integrar-se no grupo dos locais.

      Eliminar
  2. Na portada, CYMA e DOUGLAS, "cebolas" de elevada qualidade, e OURO E PRATA, como diz o anúncio em papel. Sabe mesmo bem desenterrar este passado, também ele de elevados quilates.

    Braça com tic-tac
    Djack

    ResponderEliminar
  3. Estava convencido que este comércio situava-se numa das ruas ao lado do Mercado Muncipal junto ao Djidjê Fortunato, mas de certeza não era do meu tempo de criança anos 60/70

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso, amigo, foi mais tarde e já depois de a Casa Azevedo ter passado pelas instalações da Casa Madeira, na Rua de Lisboa...

      Eliminar