sexta-feira, 7 de outubro de 2016

[9759] - ESCAPADELA...


Há uns dias, um amigo nosso, residente em França, avisou que ía estar ausente por uns dias pois ía ao Luxemburgo visitar filhas, netos e não sei que mais... Parece que já regressou a Tours e, hoje, acabo de receber esta foto, enviada pelo Dgibla, do nosso amigo em pleno morro do Fortim de S.Vicente, ao fim da manhã de um dia de sol da semana passada, muito bem disfarçado mas perfeitamente reconhecível... Enfim, não sei se as filhas ficaríam contentes se soubessem desta "escapadela" do papá, a menos que o Duque tenha mudado o Ducado para Cabo Verde, terra que ele, aliás, muito preza... Mas, os amigos, esses, entendem perfeitamente: ele não quis que ficássemos com "manha" de sabe-lo no bem-bom de Soncente e nós por aqui a aturar políticos de meia-tigela...Uma boa alma mas, gato escondido com rabo de fora!

8 comentários:

  1. Esta foto é extremamente grave, por dois motivos:

    1 - A cabeça do dito cujo tapa a jóia da coroa, a Torre de Belém (não se admite).
    2 - A cabeça do dito cujo e o resto do corpo do mesmo estão em São Vicente, enquanto que o dono do Pd'B está em Almada - o que num jogo Castilho-Mindelense se traduziria por 1-0, o que um leão encarnado jamais poderá conceder. Anda por cima e por imperdoável pirraça, deixou a sede do clube à vista em picnim, quando a cabeça é enorme, como quem diz: "ês tita perdê nesse jogue".

    Braça com "Viva o Mindelenseeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!"
    Djack

    ResponderEliminar
  2. Estes serviços estão pior do que os da CIA...
    Este fulano que vedes aqui, pensou que podia viajar incógnito e está na Chã do Cemitério em serviço comandado. O gajo, vendo o "plebiscito" do PR CV, disse que podia candidatar-se para o lugar cabo-chefe como trampolim para opor-se ao edil reeleito. Tem um programa (se calhar com o beneplácito do Grão Duque) que não quer divulgar (segredo é alma... da política) mas não sei se o gajo tem genica para guerrear a turma municipal que é emanação dos compinchas partidários..
    Vou tentar saber mais para vos informar.

    Agente Jom de Nha Maninha

    ResponderEliminar
  3. Vocês não conseguem ver porque a foto não está de corpo inteiro. O Val foi ao Mindelo pôr aquilo na devida ordem. Ora, ele tem debaixo do braço um extenso rolo de papel vegetal com projectos revolucionários para mudar tudo o que está na periferia da morada. Aquilo é tudo para deitar abaixo. Os manguinhas de alpaca que andam na Câmara não gostaram, mas o povo apoiou vivamente o Val. Foi qualquer coisa de inédito ver aquela multidão de povo que o acompanhou até ao aeroporto da Cesária quando ele regressou a Tours. Nessa mole humana estavam o Djô Feio, a Maria Salema, o Escacareques, o Pedro Comparaçom, O Djosa Cabicinha, o Damatinha, entre outras mais figuras castiças do meio. Iam, claro, atrás das forças vivas. Quem não se viu foi o Djosa de nha Bia, porque, sabujo como é, anda metido com o pessoal da Câmara, a ver se lhe arranjam um tacho qualquer.

    ResponderEliminar
  4. Um pequeno esclarecimento sobre o meu comentário anterior. O Djô Feio não estava propriamente a encabeçar os castiços, pois ele é elemento das forças vivas. O que ele fez foi colocar-se entre as forças vivas e a turba dos castiços, como que a reivindicar o lugar de charneira na sociedade mindelense. Depois de eu ter escrito o primeiro comentário, recebi um telefonema do director de um conhecido jornal online e dar-me conta de mais estas pessoas conhecidas do meio popular mindelense: Mri Caela, Morá na Rua, Jom Boi, Lela Pulguinha, Pê de Grogue, Cacoi, Junzim Pê de Lofta, Bata Cru, entre mais alguns menos conhecidos.

    ResponderEliminar
  5. Não estava nenhum Bata. O Adriano esqueceu de mais uma silaba mas não faz Mal. Quem estava era o Batata Cru que foi internacional de futebol. Estava ainda o Pé-na-Meio, ex-jodagor do Durban, Lulu-Batota, frequentador do sotão do Derby, o Tiofe-Joei e também o Durmi-na-Rua que jogou no Derby. Estou bem informado!!!

    Jom de Nha Maninha

    ResponderEliminar
  6. Tens razão, Val, eu queria mesmo escrever Batata e não Bata. Esta dislexia visual!...
    Mas tu sabes melhor que ninguém os nomes dos que incorporaram a extensa comitiva que te acompanhou ao aeroporto da Cesária. Sabe-se também que a RTCV transmitiu tudo em directo. Eles quiseram que proferisses uma declaração mas sabe-se que os mandaste àquela parte. Aliás, aliás, a televisão só foi a S. Vicente porque os centralistas desconfiaram que ia haver uma revolta cívica na ilha sob a tua chefia. E não é coisa que não te tivesse passado pela cabeça. Aproveitando a tua ida pelas razões que conhecemos (revolucionar o panorama arquitectónico das periferias do Mindelo), há quem diga que quiseste despertar o ânimo cívico da nossa gente. Só que, segundo consta, ao passar pela rua de Lisboa ficaste completamente desanimado e descrente da possibilidade de pôr a nossa gente a fazer alguma coisa pela sua ilha. É que o que mais viste foi "poli calçada" e tipos a olhar para as moscas ou para as "mnininhas" que passavam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo:
      Estou completamente fora. Completamente desiludido, desgostoso de promessas que não se tornam acções. Quem falou foi o Jom de Nha Maninha pessoa que conheci desde menino. Ele citou pessoas contemporâneas, que conheci.

      Eliminar