sábado, 26 de novembro de 2016

[9946] - A MORTE DE UM ÍCONE...


A História encarregar-se-á de esclarecer o velho axioma de que um 
bravo guerrilheiro nem sempre é um bom governante!
Fidel foi um lutador com convicções cuja amplitude terá extravasado os
limites da legitimidade mas a quem se concederá o benefício da
dúvida sobre a nobreza de tais principios!


2 comentários:

  1. Em todo o caso, mesmo desgraçando a vida dos cubanos, vai ficar na História Universal.

    ResponderEliminar
  2. Faltam 54, para os 10.000.

    Braça contábil,
    Djack

    ResponderEliminar