sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

[10008] - REGRESSO...


Exactamente trinta dias depois, regressei ao meu cantinho... Está tudo como devia estar, já o locatário, como se sabe, está bem diferente, infelizmente, para pior...
Mas, como creio já ter escrito algures, posso ser, agora, fisicamente incapacitado mas continuarei a lutar para ser mentalmente activo...
Peço que me desculpem este silencio de alguns dias, mas, como compreenderão, há rotinas que têm que ser adaptadas à minha condição actual que requer muita ajuda externa para o que conto com o apoio desvelado da Maiuca que me ajuda a suplantar as dificuldades mecânicas com que me defronto.
Agora, como sempre, aliás, estou nas mãos do destino e, se prometo não me divorciar deste nosso Arrozcatum, também não posso garantir uma presença tão alargada como era habitual... Creio, no entanto, que com o passar do tempo - seja ele quanto for - eu consiga aumentar a constância das minhas intervenções...
Termino este capítulo da minha existência com um abraço colectivo aos amigos/as da nossa confraria mais restrita  mas englobando no mesmo amplexo todos os que, de uma forma ou de outra, me manifestaram as suas  preocupações e "torceram" pelo alivio dos meus males... Um obrigado a todos, do mais fundo do meu coração! 

14 comentários:

  1. Sucesso no regresso é o que mais desejo.
    A partir de segunda se o "cozinheiro" aceitar começo a enviar condimentos para a panela.
    ....

    Hoje, telefonei para a Camara de S. Vicente...
    - O atendedor da chamada: Ó rapaz, hoje é feriado na Soncente... Dia de Marcado de Peixe....
    Oxalá ele não nunca falte na rede do pescador... e nas bancas do plorim!

    Viva aquele "ATUM"! Viva aquele ARROZ!

    ResponderEliminar
  2. Praia de Bote dá as boas-vindas ao nosso parceiro que esteve um mês a banhos em Amadora-Sintra. Claro que o hotel era um luxo, melhor que qualquer um do Qatar ou do Bahrein, mas mais luxuoso ainda é o lar privativo de Queluz.

    Viva o Zito, viva o Arrozcatum, longa vida para ambos.

    Entretanto, o Praia de Bote parou, à espera de que os visitantes resolvam por si (um problema que ele já resolveu) que é conseguir dizer qual o acontecimento mais importante da vida do João Adão / John Adams, para além de ter sido (segundo parece) o primeiro mindelense (e cabo-verdiano) a fixar residência em New Bedford - o que já não é pouco...

    Farto de trabalhar sem resposta dos muitos visitantes que recebe diariamente, Pd'B está pronto para esperar até ao degelo das duas calotes polares, se assim for necessário.

    Terminamos, com novo Viva!!!, ao ArrozZitoCatum
    Djack

    ResponderEliminar
  3. Lagrimas fartas de alegria e coração em festa. Continuarei aqui diáriamente, tenha novo post ou não, comentarei e terei o prazer de encontrar todos os amigos.
    Toda minha gratidão a D.Maúca e filhos pelos cuidados. Estão todos em minhas preces.

    ResponderEliminar
  4. Bem vindo Zito. Vem de mansinho e cuida bem de ti.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Bravo, Zito!, é o que me apetece dizer. Acredito que a força da sua mente supera tudo e que este blogue não vai parar. Não é preciso meter muitos posts. Um por dia que seja, é o bastante para nos encontrarmos aqui para dois dedos de conversa.

    ResponderEliminar
  6. As palavras estão certissimas. O importante é uma presença regular, sempre que possa para o contentanmento dos leitores e visitantes. Sobretudo dos já assiduos. Força e saúde! Abraços

    ResponderEliminar
  7. Coragem, meu caro, que irás recobrar bem as forças e o fôlego. O preto ou o seu descendente, que resistiu ao tráfego a caminho das Américas, à escravatura, à exploração, a muitas doenças que matam o branco, não se amocha facilmente. Para morrer, só atropelado ou morto a tiro... Aquele abraço amigo
    Arsénio

    ResponderEliminar
  8. Não pude enontrar remédio para abreviar o seu regresso mas sabia que o apoio moral te ajudaria a voltar à vida. Também a atrapalhação não deu para saber o que era preciso para solucionar tuas dùvidas. Os companheiro(a)s do grupo devem ter sofrido a mesma impotência como nos sentimos agora satisfeitos por estares "carangaiando" na tua tablet. Se quiseres seguir o Usan Boid và sozinho mas se adoptares por ir devagarim estou pronto para te apoiar.
    Braça (devagar para não partir os ossos)

    ResponderEliminar
  9. Passando para o abraço apertado. Boa noite e siga se recuperando.

    ResponderEliminar
  10. Bom regresso à familia e ao grupo. Não imaginas a falta que fazes nestas lutas dificeis para uma outra vida. Continua lutando... Um rijo abraço,

    ResponderEliminar
  11. No pé do fogão e às ordens.
    Vibrando por vc amigo e toda família.
    Bom domingo

    ResponderEliminar
  12. Hoje é domingo. Outrora era dia de ir à casa dos amigos e ao hospital ver osdoentes. A este visito duas ou três vezes ao dia, respeitando o protocolo de amizade e de... interesse. O Aca faz-nos imensa falta. Por varias razões ficamos à espera:
    - Bô tarde; bocê ta melhor?

    ResponderEliminar
  13. Depois de almoçar arroz de polvo, com reminiscências de arrozcatum, eis-me aqui de visita e congratulo-me com a presença sempre "presente" dos nossos amigos. Continuemos.
    Um bom fim-de-semana ao Zito e a todos os amigos.

    ResponderEliminar
  14. Uma palavra, apenas - OBRIGADO!
    Vosso,
    Zito

    ResponderEliminar