segunda-feira, 13 de março de 2017

[10021] CAMBRA DE SONCENT

Carta aberta a Senhor Presidente de CAMBRA DE SONCENT.

Por: Arlindo Tchoff Miranda

Senhor presidente Gust antes de mas nada i embora mi n´ê religioso um ta dsejá que Nossa Senhora da Luz ta lumnhá bocê camim. N´ê precise bocê fcá preocupod porque au contrar de Electra ela ca ta cortá luz nem cobrá taxa de religação. 
Na bocê primer mandat, quer dzer quel lá era de Zau i bocê otchal na tchom i durante segundo quase tud dia i tud ora bocê tava businá gent na uvid que Soncent tava infront purque guvern central de José Maria Neves tava ta sufocá ess ilha i sis habitant. One passod bocê cabá de ganhá ileição primer cosa que sai de bocê boca ê que agora era diferente purque CAMBRA ma guvern tava ta bem fazê parceria i SONCENT tava ta bai pa se lugar quel ta merecê. Como ca pudia tchá de ser quase tud gent fcá naquel xpetativa: JÁ PSÚ Ê AGORA QUE SONCENT TA BAI PA FRENT purque pa primera vez ess ilha tava ta bem tem um guvern local de mesm côr piulitca que guvern central. 
Acontece que pa xpont de maioria de gent dess ilha qrida senhor president de CA;MBRA vrá um moreia, ô seja el infiá num broq i quase ninguém ca ta oila nem uvil. Li bem um ministra que dzê que Cab Verd n´era sô Soncent i que ess ilha tava ta mextê um travão purque el tava cum dsenvolviment mut solerrod (SONCENT Ê SAB SAB PA CAGÁ). Na altura um tchegá te pensá que tinha sid um lapse labial dess ministra ma afinal era prop o que tava ta bai na alma de guvern central,(5º lugar na distribuissão de bolo estatal) i bocê continuá remitid na um ensurdecedor silêncio. Go turdia na TEVEC un uvi bocê ta falá daquel prublema de esgoto na Lazareto i cond bocê levantá voz contra guvern anterior por cosa dess prublema um dzê boa, nô ca ta na Páscoa ma Gust já ressuscitá. Ma como ca pudia ser diferent um tive que tchegá a conclusão que era só ferva de lata, falá mal de guvern anterior ê fácil agora infrentá ess atual ê cumplicod i podê te dá prucess disciplinar a nível de partido nera senhor presidente de CAMBRA? 
Pa carnaval senhor ministro exterminador de cultura injetá um dnhirim pa jdá grupos de Soncent ma quase es pensá que li no ta vivê ê sô de carnaval ma festival embora um ministro de bzôt na idos anos 90 i na qualidade de conhecedor nato de soncent tinha dzid que cultura de Soncent tava resumi a grog i pex frit.
Agora na tchtribuissom dess bolo quê orçamento geral de xtod SONCENT fcá na quinto lugar (cuitod el ca pude nem apurá pa play-off de liga europa, el ta pior du que nhe Sporting). 
Senhor Presidente de CAMBRA DE SONCENT, não foi ninhum partido pulitq que votá na bocê pa guverná Soncent, Foi maioria de eleitores dess ilha qrida i bnita que dá bocê ess puder portant ta na ora de bocê sai de broq i moda nôs tud na qualidad de herder de CAPITÃO AMBRÓZIO bocê tmá diantera de luta que nô tem que bem travá ma guvern central (atual i vindouro) purque cosa ti ta bem vrá fei fei fei... Se bocê trá polpa daquel cadera lá na CAMBRA i bocê sai pa rua (nada de rua de lisboa i praça nova), se bai pa fralda i comp) se ta podê constatá col quel tristeza i dsilusão que ti ta bai na alma dess povo. Se ca for fet nada urgentement perceme que loreta ta bem sentá pel i tcheu gent ti ta bem bem sofré i se cuidod que julgament de povo ê lixod imbarda purque justiça de pov ê mas ceg du que justiça de tribunal.
VIVA SONCENT, VIVA CAPITÃO AMBRÓZIO, VIVA CAB VERDE.

(Esperando que o amigo Arlindo Tchoff Miranda, não de importe com a partilha desta deliciosa sátira)

5 comentários:

  1. Já tinha lido, mas voltei a rir-me com este texto cheio de humor e ainda por cima (ou talvez por isso) escrito no melhor crioulo do mundo.

    Braça cambrário,
    Djack

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por ser um crioulo liso e compreensivel é que querem complicar-nos a vida.

      Eliminar
  2. Na criol genta dzê um carta sebim do filho do Ilas Miranda, cheio de humor e sarcasmo.

    ResponderEliminar
  3. Temos de ter estes momentos hilariantes para descansar a cabeça das coisas sérias.

    ResponderEliminar
  4. Concordo com o Adriano, está desconcertante de tão realista, este monólogo com o responsável da CAMBRA!!! Tiro o meu chapéu ao autor por este momento com uma brincadeira a sério.

    Braça,
    Paulo

    ResponderEliminar