domingo, 28 de junho de 2015

[8257] - NÃO LEMBRA AO DIABO...


VLADEMIR KOENIG, é um foguense que cedo demandou as terras de Vera-Cruz onde, aliás, foi Professor Catedrático da Universidade de S. Paulo...Polémico e irreverente, coleccionou, ao longo do tempo, uma extensa lista daqueles hilariantes nomes brasileiros - e não só - que, graças ao amigo Artur Mendes aqui podemos hoje reproduzir...Em boa verdade, existem nomes que nem ao diabo lembraríam...

Alberto Estrupício da Vida Gomes - Carapicuíba- SP 
Ampola de Tetraciclina Lopes de Souza - Rialma - GO
Antônio Ernane Cacique de New York ( Juiz aposentado do TRT da 22ª. Região) - RJ
Antônio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado - Sete Lagoas - MG
Antônio Querido Fracasso - Belém - PA
Araquém Brasileiro Dias ( Juiz da 6ª.vara de família de Taguatinga)
Avagina Clara Alva Branca das Neves Leite e Cal ( Em homenagem a Ava Gardner e Gina 
Lollobrigida) - Osasco - SP
Balchondra Suria Vinaeca Vai Rau Sar Dessai - Executivo indiano - Lisboa
Berta da Felicidade Serrão Serôdio - RJ / SP - Portuguesa, imigrante, advogada 
funcionária da HENKEL do Brasil S.A.
Boaventura Torrada - Dom Pedrito - RS
Bucetildes do Rego Secco  ( chamada, pelos familiares, de Tide) - BH - MG
Caso Raro Yamada - Mogi das Cruzes - SP
Chevrolet da Silva Ford - São José dos Sampos - SP
Colapso Cardíaco da Silva - Blumenau - SC
Cornuálio Espetado - Curitiba - PR
Dezêncio Feverêncio de Oitenta e Cinco - Brasília- DF
Domingos Dias Santos -Formiga - MG
Esparadrapo Clemente do Curativo de Sá - Caxias - RJ
Esprere em Deus Mateus - Itabirito - MG
Fabrício Boa Morte - Itaocara, RJ
Finólila Piubilina - Belfort Roxo - RJ
Flávio Cavalcante Rei da Televisão - Goiás Velho - GO
Foiferiado Jaera - Xique Xique - BA
Graciosa Rodela de Pregas - Corumbá - MT
Himeneu Casamentício das Dores Conjugais - Colinas - TO
Honestaldo Ferreira Fontes Gonçalves (Táta ) Fisioterapeuta - S. Filipe - Ilha do Fogo - 
Cabo Verde
Hypotenusa Pereira - Três Marias - MG
Inocêncio Coitadinho - Varre Sai - RJ
Isabel Defensora de Jesus - Marajó- PA
Jácyntho Leite Aquino Rêgo - BH - MG
Joana Gonorréia Dali - São José do Rio Preto - SP
João Cara de José - Santos - SP
João da Mesma Data - Piracicaba - SP
João Pensa Bem - Matinho - MG
João Sem Sobrenome - Serra Pelada - PA
Joaquim José de Buceta Pinto ( Embaixador de Portugal)
Joaquim Pinto Molhadinho - Garanhuns - PE
José Teodoro Pinto Tapado - Novo Lino - AL
Jovelina Ó Rosa Cheirosa - Morro do Coco - RJ
Letsgo ( Let's go) - Cachoeiro de Itapemirim - ES
Lúcio Prepúcio Púcio Catrapúcio Piça - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ
Maria Cristina de Pinto Magro - Braço do Trombudo - SC
Maria Passa Cantando - Nova Cantu - PR
Maria Privada de Jesus - Barbosa Ferraz - PR
Maria Quedeu Semsentir - São Sepé - RS
Maria Tributina Prostituta Cataerva - Tuparendi - RS
Naída Navinda Navolta Pereira - Maracás - BA
Necrotério Pereira da Silva - Caicó-RN
Odunroc Iap Edohlif ( Inverso de Filho de Pai Cornudo ) - Pombal - PB
Oceano Atlântico Linhares - Natal - RN
Octávio Bundasseca - Oiras - PI 
Padre Filho do Espírito Santo Amém - Riachão - MA
Presolpina Furtado - Capitão Poço - PA
Produto do Amor Conjugal de Marichá e Maribel - Paragominas - PA
Richelieu Franco Déspota Salazar Hitler Mossulini Stálin de Golbery - RJ - RJ
Rolando Escadabaixo - Vista Alegre - RR
Rômulo Reme Remido Rodó - Bom Jesus de Itabapoana - RJ
Sansão Vagina - Cataguazes - MG
Sete Chagas de Jesus e Salve Pátria - Entre-Rios de Minas - MG
Sete Rolos de Arame Farpado - Araguaína - TO
Simplício Simplório da Simplicidade Simples - Cruz das Almas - BA
Tereza Unhencravada Kidói - Mundo Novo - BA
Tibúrcio Foium Espetonopé - Jacioba - AL
Trepando Wilson Rego - Trinfo Potiguar - RN
Tospericagerja ( Em homenagem a Tostão, Pelé, Rivelino, Carlos Alberto, Gerson e 
Jairzinho) - SP - SP
Última Delícia do Casal Carvalho - Abaeté - MG
Um Dois Três de Oliveira Quatro - BH - MG ( Ex-Senador da República )
Usnavy ( em homenagem à U.S.Navy, a Marinha Americana) - Santos - SP
Vicente Mais ou Menos de Souza - Patrocínio - MG
Voltaire Rebelado da França - Igreja Nova - AL
Voume Jáqui Tápingando - Três Corações - MG

AH...AH...AH...


6 comentários:

  1. Descubro coisas mas tive "estorinhas" como oficial do Registo Civil dificilmente resolvidos. Não podia aceitar, conforme a lei, mas uns passarampor terem sido aceites pelo R.C. local "por serem filhos de estrangeiros"
    Também "porque emigrante tem direito" o filho como apelido de "Sousa"(*) teve o nome de "E Silva".
    Outros exemplos: "Jesse James Rocha(*) O pai tinha um registo criminal carregado. Anunciação do Bom Parto Gomes(*). Etc. etc.
    Houve ainda casos de coincidência de casamentos e os descendentes chamavam-se "Mora Rua" (os pais encontraram-se por acaso em Luanda e emigraram depois) e "Vizinho do Emilio" (os avoos vieram de regiões diferentes de Portugal e os pais nasceram em França).

    (*) Apelidos mudados.

    ResponderEliminar
  2. O Sanção Vagina não é aquele cara que casou com a Ultima Delicia do Casal Carvalho ?

    ResponderEliminar
  3. Esta desgraça já se faz sentir de há muito em São Tomé e Príncipe. Tive uma aluna de lá, de seu nome Disneylândia, à qual me recusei a chamar esse nome estapafúrdio, apelidando-a de Didi (nada de paródia, ó Adriano). E não se zangou nada comigo, antes pelo contrário, pois tínhamos uma óptima relação. Anos depois, ao descobrir como sua professora uma familiar minha, foi ter com ela e disse-lhe que toda a gente ainda lhe chamava Didi por "culpa" minha. Ou seja, o desengraçado Disneylândia foi obliterado e substituído pelo mais simples e carinhoso Didi. Para rematar: um dia, acerca de questões de obtenção da nacionalidade portuguesa por naturais das ex-colónias, que estavam em discussão, o Expresso entrevistou-a e ela referiu também o episódio, embora sem citar o meu nome. Enfim, de certo modo, acho que fiz a minha boa acção diária naquele dia em que lhe troquei o designativo...

    E em Cabo Verde, a coisa está na mesma, com nomes brasileiros que entram às carradas no circuito onomástico.

    Braça apenas com Marias e Josés e não com aberrações externas à tradição das ilhas,
    Djack

    ResponderEliminar
  4. Em Angola, o cabo de cipaios - o velho Caputula - tinha dois filhos, a quem atribuiu os nomes de "Comboio" e "Bicicleta"...Havia ainda um outro miúdo que se chamava "Volvo", influência da marca desses camiões suecos que circulavam às centenas pelas estradas de Angola desse tempo (1956-1962)...
    Braça
    Zito - a quem chamavam ZITO CAGANITO, CARAPAU, PEIXE FRITO...

    ResponderEliminar
  5. Não sei se já vos contei que conheci, em 1965, um sargento que se chamava António Rosado P. Eu não escrevo por extenso este apelido por razões óbvias. Mas garanto-vos que é exactamente o nome em que estão a pensar. E é com c cedilhado e não com dois s. Ele, muito galhofeiro, contou que a irmã mudou de apelido mas que ele, não senhor, tinha muito orgulho no seu nome de família.
    Esse sargento, no dia em que chegou ao Regimento, foi fazer a apresentação formal e regulamentar ao Comandante. O sargento perguntou ao ordenança do Comandante se este o podia receber. Obtida a autorização, o sargento entrou, estando o Comandante a despachar com um major. O Comandante permaneceu sentado a assinar os papéis que tinha à frente, enquanto o sargento declinou o posto e o nome, como é do regulamento. O Comandante, estava absorvido a ler os papéis e pouca atenção dando ao sargento, mas quando ouviu o nome, estremeceu ligeiramente e disse: - Ò nosso sargento, não me f...!
    Foi mesmo assim que as coisas se passaram e o próprio sargento contou mais tarde esta peripécia da sua apresentação ao Comandante.

    ResponderEliminar
  6. Pois, pois...Essa faz-me lembrar um chefe-de-posto, em Angola que ía tendo um problema grave quando, ao receber uma chamada telefónica do Governador se identificou: "Daqui, Tobias de Sousa Chato, chefe do Posto do Chiça"... E não era nenhuma brincadeira , embora desse muito gozo ao Tobias, as dúvidas que a situação suscitava...
    Braça
    Zito

    ResponderEliminar